Quatro famílias que foram desalojadas por causa da construção das barragens em Ribeira de Pena receberam hoje, sexta-feira, as compensações financeiras.

Das 59 casas afetadas pela construção do Sistema Eletroprodutor do Tâmega, 49 localizam-se no concelho de Ribeira de Pena.

Nos últimos meses, os processos de desalojamento foram revistos, na sequência das negociações intermediadas pela Câmara de Ribeira de Pena que culminaram em dezembro de 2019 com o acordo da Iberdrola de pagar cerca de 1 milhão e 400 mil euros em compensações adicionais às famílias desalojadas.

De acordo com a autarquia, com esta decisão as pessoas afetadas pela construção da barragem que já tinham concordado com o valor da indemnização, que recorreram às suas poupanças, feito crédito para comprar ou construir uma nova casa vão também receber uma compensação.

O processo de renegociação com a Iberdrola foi liderado pelo presidente da Câmara de Ribeira de Pena, João Noronha, e foi acompanhado pela Agência Portuguesa do Ambiente e pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte.

loading...
Share.

Deixe Comentário