O Conselho Local de Ação Social de Boticas esteve reunido na segunda-feira, dia 20 de maio, no edifício dos Paços do Concelho, a fim de analisar e avaliar os planos e iniciativas desenvolvidas por este organismo.

A reunião, presidida pelo autarca de Boticas, Fernando Queiroga, permitiu analisar, avaliar e aprovar o Plano de Ação correspondente a 2018, o Plano de Ação para o ano de 2019, o Diagnóstico Social do Concelho elaborado no presente ano, sendo que o último diagnóstico foi feito em 2012, e ainda o Contrato Local de Desenvolvimento Social de 3º Geração, programa cuja coordenação está a cargo da Santa Casa da Misericórdia de Boticas.

O Plano de Ação para 2019 abrange, à semelhança dos anos anteriores, quatro eixos estratégicos de intervenção, nomeadamente a melhoria da qualidade de vida de grupos vulneráveis, a promoção da educação e formação, o empreendedorismo e fixação da população e a dinamização do setor turístico e cultural, e prevê a continuidade da maioria das atividades realizadas no plano anterior pelo sucesso e objetivos alcançados.

O presidente da câmara, Fernando Queiroga, referiu que “o contributo e colaboração das entidades locais tem sido fundamental para o êxito das iniciativas”, destacando que “o plano tem correspondido, em várias vertentes, às necessidades e interesses das populações”.

loading...
Share.

Deixe Comentário