Agora, qualquer cidadão do Alto Tâmega pode usufruir dos serviços de empréstimo de documentos da Rede Intermunicipal de Bibliotecas do Alto Tâmega (RIBAT), independentemente da sua Biblioteca de origem, desde que se encontre inscrito em pelo menos uma delas.

A RIBAT, criada com o intuito de prestar um melhor serviço público a todos os cidadãos dos seis municípios que constituem o território do Alto Tâmega, propõe-se agora a colaborar, entre outros domínios, através da prestação de serviços de empréstimo a todos os utilizadores. Estes serviços funcionarão por duas vias: Empréstimo Interbibliotecas (EIB) ou Empréstimo Presencial Interconcelhio (EPI).

No serviço de EIB, cada uma das Bibliotecas da RIBAT obtém de outra da mesma rede determinado documento requerido pelos seus utilizadores ou pela própria, de forma a promover a leitura e o acesso à informação, existindo uma responsabilidade partilhada entre Biblioteca requerente e a Biblioteca fornecedora.

No serviço de EPI qualquer utilizador de uma Biblioteca pertencente à RIBAT pode ter acesso aos serviços de empréstimo domiciliário das seis Bibliotecas do Alto Tâmega, sendo possível a realização de pedidos de empréstimo em qualquer uma delas, desde que apresente “Cartão de Leitor”.

De realçar que estes serviços de empréstimo são totalmente gratuitos para os utilizadores.

Recorde-se que a RIBAT foi constituída, no ano passado, através da assinatura de um protocolo, que envolve a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT), a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) e os municípios que constituem a CIMAT. Esta rede resulta de um trabalho colaborativo entre as bibliotecas municipais de Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar, com o objetivo de otimizar e rentabilizar os recursos disponíveis em prol da comunidade.

loading...
Share.

Deixe Comentário