Luís Miguel, treinador do GD Chaves:

“Continuamos a sofrer golos pelos mesmos problemas que queremos melhorar. Não por mérito do adversário mas por demérito nosso, pois o lance do primeiro golo nunca pode acontecer. Ainda não conseguimos fluir o jogo como queremos, mas conseguimos reagir mais uma vez bem a uma adversidade”

Rui Dias, treinador do FC Vizela:

“O resultado é justo. Excepto um período a seguir ao empate, em que o Chaves foi superior, nós conseguimos equilibrar. Apesar de não termos dominado, conseguimos controlar o jogo. Tirar pontos ao Chaves não é fácil e passo a passo queremos ir subindo na classificação”

Carlos Pinto, jogador do FC Vizela:

“Foi um regresso muito feliz. Como esperava as pessoas fizeram aquilo a que me habituaram enquanto estive cá e aplaudiram uma pessoa que sempre deu tudo pelo clube. Tive um sentimento de felicidade pelo reconhecimento das pessoas. Enquanto o Sr. Mário Carneiro estiver à frente do clube não vou facilitar em relação ao processo que está em tribunal”

loading...
Share.

Deixe Comentário