“Foi um fim-de-semana de aprendizagem, em que tive que aprender como guiar e como afinar o Silver Car”, é como Pedro Salvador qualifica a segunda jornada do Campeonato de Portugal de Montanha.

 Pedro-Salvador-R-Falperra“Recebi o carro esta semana e a primeira vez que me sentei nele e o guiei, foi ontem. Portanto, com todas estas condicionantes e com a certeza de que este não é o traçado mais favorável ao carro, estou muito contente com o resultado”, realçou o piloto flaviense.

Com efeito, a Falperra não é o tipo de traçado mais adequado ao Silver Car. As zonas muito rápidas que caracterizam o traçado bracarense são mais favoráveis aos carros dotados de maior velocidade de ponta, sendo que o Silver Car é muito mais adaptado a traçados mais ‘enrolados’.

Nesse sentido, o Campeão Nacional em título faz um balanço claramente positivo: “Tendo em conta todo o trabalho de última hora que teve que ser feito, este foi um excelente resultado. Partimos de um set-up oposto ao meu estilo e tive que estar a melhorar o carro de subida para subida. Tenho de agradecer todo o trabalho que o João Portinha e o Teófilo Tuna desenvolveram nestes dois dias“.

No final, Pedro Salvador classificou-se no segundo posto e tem já os olhos colocados na próxima prova, a Rampa da Serra da Estrela, um traçado muito mais favorável ao Silver Car. Quanto aos objectivos, o Campeão Nacional em título é muito claro: “São os mesmos de há uma semana e de antes. O meu interesse é amealhar tantos pontos quantos possíveis, com o objectivo de revalidar o campeonato”.

No final da prova, Pedro Salvador conseguiu o segundo posto, a três segundos e meio do vencedor. A próxima prova decorre entre 1 e 2 de Junho, com a prova Rampa da Covilhã – Serra da Estrela.

loading...
Share.

Deixe Comentário