A prova organizada pelo Clube Automóvel de Vilarandelo contou com uma grande adesão de inscritos, 65, a que se juntou um dia solarengo, ideal para a prática da modalidade o rali sprint rota do folar andou na estrada no passado sábado, dia 30 de Março e as equipas flavienses tiveram muitos problemas mecânicos.

 luis-delgado2Com um total de quatro provas especiais, que no seu conjunto abrangeram 37 km, num percurso total de 96,30 km, o Clube Automóvel de Vilarandelo conseguiu mais um êxito na organização do Rali Spring Rota do Folar, tendo uma percentagem de Provas Especiais que totalizam os 34,8% do rali.

Concorrentes, portugueses e espanhóis à parte, o rali atrai cada vez mais amantes da modalidade ao concelho valpacense, e mesmo as gentes locais organizam-se em convívios para apreciar aquele evento de reconhecido valor organizado na Capital do Folar.

Grupos de espectadores perfilaram-se na berma das estradas para ver passar os aceleras.

A 1.ª e 3.ª PE’s foi a versão utilizada em 2012 de “Sanfins / Argeriz” (9 km) e a 2.ª e 4.ª foram as já bem conhecidas “Vale de Casas / Vilarandelo” (9,5 km).

Como vem sendo hábito, para além dos interessados no Campeonato Sprint Inter- Municípios, a prova contou com muitos “galegos” e apesar de pródiga em incidentes que ditaram algum atraso no decorrer do evento, o balanço geral “é positivo”.

André Martins, acompanhado por Ricardo Torres a bordo de um Mitsubishi Lancer Evo VII, foi o vencedor do Ralisprint Rota do Folar, seguido de Ricardo Marques, com o seu Citroen C2, na 2ª posição, a 57,8 segundos do vencedor.

O último lugar do pódio ficou na posse de Júlio Bastos. O piloto do BMW laranja andou sempre muito rápido e mesmo oferecendo a sua habitual pilotagem exuberante ao muito público presente conseguiu um excelente resultado, ficando a somente 14,8 segundos do 2º classificado.

Flavienses azarentos

De Chaves, a Team Delgado Car Center levou ao Rali Rota do Folar três equipas em três classes distintas: na Classe 1 Até 1300, Eduardo Pereira/Rogério Teixeira, na Classe 7 Clássicos, Luís Delgado/André Carvalho e na Classe 3 Até 2000, Carlos Pires/Alberto Silva.

Vindos do Campeonato Nacional de Perícias, Eduardo Pereira e Rogério Teixeira estrearam-se oficialmente em ralis no Rali Rota do Folar, com um Fiat Uno, fixando, depois de algumas peripécias, em 38.º lugar na classificação geral.

O flaviense Carlos Pires, também ele piloto vindo do Campeonato Nacional de Perícias, acabou também a prova com grandes dificuldades, fixando-se em 37.º lugar da classificação geral.

Luís Delgado, que conduziu o Ford Escort MKI, e que obteve grandes resultados no campeonato de montanha, teve muito azar na prova. O piloto de Chaves alinhou num novo carro da estrutura Delgado Car Center tendo a seu lado mais uma vez o experiente navegador de ralis André Carvalho.

Luís Delgado fez um balanço da prova Á Voz de Chaves: “O nosso carro é completamente novo, feito todo de raíz. Tivemos muitos problemas de juventude, não tivemos tempo de o experimentar porque só ficou pronto na sexta-feira. Tivemos bastante azar e esperamos que na próxima prova tenhamos menos e estejamos melhor preparados. O Rali em si esteve muito bom, potente e com muitos concorrentes”.

No geral, houve muitas desistências durante a prova, organizada pelo Clube Automóvel de Vilarandelo, com a colaboração do Clube Automóvel da Régua, Clube Automóvel de Vila Real e Clube Automóvel GAS, com o apoio da Câmara Municipal de Valpaços e Junta de Freguesia de Vilarandelo.

CM

loading...
Share.

Deixe Comentário