A Rota do Pastel do BTT Clube de Chaves atraiu 300 participantes à região, para um dia de desporto mas também de lazer e gastronomia.

A contar para a 1ª etapa da Taça Regional XCM da Associação Regional de Ciclismo de Vila Real, de um total de seis, os flavienses receberam o arranque do campeonato.
Assim, cerca de 300 participantes marcaram presença, com muitos a olharem já para o campeonato e a quererem somar os primeiros pontos, e outros apenas pelo passeio e para aproveitar a gastronomia.
O BTT Clube de Chaves preparou o percurso por várias freguesias e localidades do concelho de Chaves. A prova dividia-se em dois percursos, com a maratona de 64 km e meia-maratona de 43 km. Eiras, S. Lourenço, Avelelas, Castelo Monforte, Oucidres, Tinhela, Bobadela, Águias Frias, Barragem Nogueirnhas, Santo Estevão e S. Roque foram os locais que receberam os amantes das corridas e natureza.
De forma a aproximar a cidade da prova, o local de partidas e chegadas foi o largo General Silveira, com os flavienses a poderem contemplar os 300 participantes, com muitos a viajarem de localidades do norte do país e ainda com a presença de 60 espanhóis.
“O nosso principal objetivo é o dinamismo da cidade, quer dos comércios locais, da restauração e hotelaria, pois quem vem à cidade acaba por ficar cá o dia inteiro, muitos pernoitam e consomem produtos locais”, realçou a organização.
Para o BTT Clube de Chaves, há uma grande “atracão turística” com as provas de BTT, sendo que além das outras atividades levadas a cabo ao longo do ano, a preparação da Rota do Presunto em setembro é a próxima meta.
“A Rota do Presunto não tem um caráter competitivo, mas é uma prova que atrai centenas de participantes para um fim-de-semana de gastronomia e lazer”, vincou.
À parte do contexto de promoção do território, a organização sentiu ainda um “nível competitivo muito elevado”, face ao arranque do campeonato regional.
O clube destacou ainda que, além da dinamização da economia local por parte dos visitantes, os produtos colocados à disposição dos atletas e ainda os gastos em logística são efetuados em empresas locais.
“Tudo é gasto em empresas de cá por parte do clube”, realça o BTT Clube de Chaves, que deixa um agradecimento “a todos os colaboradores da Rota do Pastel em especial ao município de Chaves”.

Diogo Caldas

loading...
Share.

Deixe Comentário