Fernando Queiroga reuniu no passado dia 21 de maio com proprietários de restaurantes e cafés do concelho de Boticas com o objetivo de “auscultar as necessidades e anseios dos empresários nesta altura em que estão autorizados a reabrir os seus estabelecimentos comerciais, mesmo que de forma limitada e mediante um conjunto de normas estabelecidas pela Direção-Geral da Saúde”.

A informação foi partilhada no site oficial da Câmara Municipal de Boticas, e, de acordo com a mesma, o edil expressou a disponibilidade da autarquia para continuar a implementar medidas que sirvam para minimizar o impacto que a atual crise pandémica do novo coronavírus tem vindo a causar, contribuindo assim para a retoma progressiva da economia local.

“Desde o início da pandemia que temos vindo a adotar medidas de apoio direcionadas para os comerciantes do nosso Concelho, nomeadamente a isenção do pagamento de água relativa aos meses de março, abril e maio. Agora, mais do que nunca, sabemos que é essencial continuar a apoiar o comércio local e a criar condições para que os empresários possam restabelecer as suas atividades”, referiu Fernando Queiroga.

A Câmara Municipal de Boticas, tendo em conta as limitações e restrições definidas pela Direção-Geral da Saúde e pelo Governo, através do plano nacional de desconfinamento, decidiu permitir que os estabelecimentos de restauração e bebidas aumentem as suas áreas de esplanada, sem custos financeiros acrescidos.

“Com a limitação do número de mesas no interior dos estabelecimentos, os proprietários podem fazer o pedido de alargamento do espaço de esplanada, desde que tenham essa possibilidade, ficando ainda isentos do pagamento da taxa de ocupação do espaço público”, acrescentou o autarca.

loading...
Share.

Deixe Comentário