Para comemorar o seu 10º aniversário, a PORDATA – projeto da Fundação Francisco Manuel dos Santos – está a divulgar, ao longo deste ano, retratos estatísticos sobre os 308 concelhos existentes em Portugal, assinalando os respetivos feriados municipais.

“Embora as celebrações municipais estejam agora limitadas devido ao difícil contexto em que vivemos, a PORDATA continua esta divulgação, de forma a garantir que a sociedade esteja ainda mais informada sobre o seu município”, refere a PORDATA num documento enviado à comunicação social.

O passado dia 8 de julho foi de festa no concelho de Chaves. Por isso, a PORDATA divulgou um retrato do município com 54 indicadores-chave baseados em mais de 20 fontes oficiais, que comparam dados de 2010 com a realidade mais recente, o ano de 2018, havendo, no entanto, alguns dados referentes ao ano de 2019.

De acordo com a PORDATA:
– o concelho de Chaves tem 39 344 habitantes (ano de 2019);
– em 2018, por cada 1 000 residentes, 13 eram estrangeiros;
– em 2019, por cada 100 residentes, havia dez jovens com menos de 15 anos, 62 adultos e 29 idosos com 65 anos ou mais;
– em 2019, nasceram 212 bebés e morreram 499 pessoas;
– no ano de 2019, existiam 272 idosos por cada 100 jovens, mais 115 idosos que a média nacional;
– em 2019, foram registados 1 491 desempregados inscritos nos centros de emprego (6,1% da população residente entre os 15 a 64 anos), 38% a menos que os inscritos em 2010, em que havia 2 417;
– em 2018, existiam 5 825 alunos matriculados nos ensinos pré-escolar, básico e secundário;
– em 2018, por cada 100 residentes com 15 ou mais anos, havia 40 pensões atribuídas pela Segurança Social e pela Caixa Geral de Aposentações;
– em 2018, os trabalhadores por conta de outrem no município ganhavam em média 944 euros, estando 223 euros abaixo do ganho médio a nível nacional;
– em 2018, existiam 34 alojamentos turísticos, mais 22 do que em 2010;
– em 2018, existiam 12 farmácias;
– em 2018, foram contabilizados 12 bancos e caixas económicas, menos seis que em 2010;
– em 2018, a Câmara Municipal de Chaves teve saldo positivo de +5 624 mil euros (receitas: 36,5 milhões de euros, despesas: 30,9 milhões de euros);
– em 2018, 7% das despesas da Câmara foram destinadas à cultura e ao desporto, um valor inferior ao ano de 2010 (8% do total das despesas);
– em 2018, 5% das despesas do município foram relativas ao ambiente, 3% abaixo do valor registado a nível nacional (8%);
– em 2018, o valor médio da avaliação bancária da habitação foi de 978 euros por metro quadrado, 214 euros inferior à media nacional.

loading...
Share.

Deixe Comentário