Os amantes das motas e de desafios tiveram um fim-de-semana em grande, em Chaves, com o Chaves Extremo, 2ª prova do Portugal Hard Enduro Series e 1ª prova da Copa Ibérica de Extreme Enduro, que teve como grande vencedor o espanhol Mario Román, em 218 pilotos.

O espanhol já tinha vencido a primeira prova, e manteve o domínio em Trás-os-Montes, na prova que decorreu durante todo o dia de domingo.

“A corrida correu muito bem. O terreno estava difícil, húmido e escorregadio, mas apesar disso surpreendi-me a mim mesmo com o rendimento”, contou.

Já o melhor português na prova flaviense foi Diogo Vieira, com um segundo lugar, que o deixou satisfeito apesar de alguns contra-tempos.

“Foi um bom teste à nova mota. Pena ter ficado sem gasolina a meio da segunda volta quando ia perto do Mario. Perdi muito tempo mas consegui manter o segundo lugar”, explicou, agradecendo ao patrocinador e “aos concorrentes que me cederam gasolina”.

Junto à nova cerâmica de Chaves e pela serra do Brunheiro, foram cerca de 220 pilotos que estiveram à prova, mostrando a sua perícia e velocidade no hard enduro.

Muitos vieram mais cedo até Trás-os-Montes, para reconhecerem o terreno e também aproveitarem para conhecer a cidade e gastronomia flaviense.

Diogo Caldas

loading...
Share.

Deixe Comentário