A Santa Casa da Misericórdia de Chaves promoveu, no passado dia 12 de setembro, o Passeio/Convívio dos utentes da instituição. O encontro de caráter anual levou os idosos de todos os equipamentos sociais da instituição até ao nordeste transmontano, mais concretamente até à cidade de Bragança.

Cerca de 40 idosos, juntamente com técnicos de animação sociocultural da instituição partiram bem cedo, rumo ao nordeste transmontano para mais um passeio que visa “promover exatamente o convívio entre todos eles” pois são idosos que se encontram integrados nas diversas estruturas residenciais da instituição, possibilitando neste dia “o encontro por meio de experiências lúdicas e culturais que contrariam a rotina do dia-a-dia”.
No decorrer da viagem, e como é costume, não faltaram os momentos de oração, de bênção e agradecimento. A primeira paragem, para um reforço do pequeno-almoço, decorreu em Vinhais.
Já em Bragança, e numa visita à Torre de Menagem, a curiosidade de José Araújo levou-o a descobrir o interior do Museu Militar, e nem os 94 anos o demoveram de subir a imensa escadaria que contorna o edifício. “Gostei imenso de ir até lá cima, tem uma vista magnífica”, referiu o utente do Lar de Santa Isabel.
O almoço, no parque de merendas do santuário de São Bartolomeu, para além de um aprazível descanso e dada a sua localização privilegiada, permitiu também momentos tranquilos de contemplação da paisagem e da natureza. Ninguém ficou indiferente ao miradouro, mesmo em frente ao santuário, que proporcionou uma vista panorâmica sobre a cidade.

Momentos lúdicos, gastronómicos e de lazer

Numa descoberta pelo centro histórico da cidade, o grupo passeou ainda no comboio turístico que o conduziu pelos locais mais emblemáticos do ponto de vista histórico, patrimonial, cultural e religioso. Durante 45 minutos, o grupo foi marcando a sua presença pelas artérias da cidade de Bragança e foram muitos os utentes da instituição que não hesitaram em ir cantarolando enquanto o passeio decorria, chamando a atenção de quem passava, nem a Marcha de Chaves ficou de fora.
A viagem seguiu até à típica e emblemática aldeia de Rio de Onor, situada na extremidade do Parque Natural de Montesinho, eleita em 2017 uma das sete Aldeias Maravilha de Portugal. Local onde o grupo lanchou antes do regresso.
O encontro sénior anual da Santa Casa da Misericórdia de Chaves faz parte do Plano de Atividades da instituição desenvolvido pelos animadores socioculturais com a finalidade de promover situações de lazer, permitir um intercâmbio sociocultural e favorecer o convívio e a troca de experiências e vivências.

Sandra Gonçalves

 

loading...
Share.

Deixe Comentário