A Câmara Municipal de Chaves atribuiu recentemente uma comparticipação financeira, no valor de 8 341 euros à Cooperativa de Apicultores do Alto Tâmega, entidade local responsável pela gestão e controlo sanitário do setor apícola, no âmbito da valorização do setor, atividade crucial no desenvolvimento sustentável das zonas rurais.

Este apoio financeiro tem como finalidade comparticipar a componente não financiada do programa Apícola Nacional 2020 para aquisição de tratamentos obrigatórios de prevenção da Varroose – uma doença parasitária causada pelo ácaro “Varroa destructor” – para controlar e minimizar os efeitos desta doença minimizando a infestação de colónias, a conceder aos apicultores devidamente registados no concelho de Chaves.

Segundo a autarquia, esta vem assim reconhecer a relevância do setor apícola, uma área de produção agrícola, com desempenho fundamental na preservação da biodiversidade que importa proteger e promover.

Em termos estratégicos, este apoio pretende constituir-se como uma alavanca impulsionadora do setor, que se tem vindo a consolidar com o registo atual de 125 apicultores, detentores de mais de 7 mil e 500 colónias.

loading...
Share.

Deixe Comentário