A Câmara de Boticas promoveu uma reunião com os presidentes das juntas de freguesia do concelho e a subdiretora do Agrupamento de Centros de Saúde do Alto Tâmega e Barroso e responsável pelo Centro de Saúde de Boticas, a enfermeira Cândida Eiras, no sentido de se ultimar pormenores relativos à definição do Plano de Vacinação contra a Gripe Sazonal, que terá início no dia 19 de outubro até ao dia 26 deste mesmo mês. 

Este plano de vacinação, direcionado aos grupos de risco – pessoas com mais de 65 anos ou com doenças cardíacas, hepáticas, oncológicas ou diabetes – foi delineado atendendo às atuais circunstâncias, decorrentes da Covid-19, como forma de minimizar riscos de contágio.

Assim, a autarquia de Boticas, as juntas de freguesias do concelho e o Centro de Saúde têm estado a trabalhar em conjunto no sentido de levar a vacinação às diferentes aldeias de Boticas, evitando assim que as pessoas tenham de se deslocar ao Centro de Saúde.

As deslocações das equipas do Centro de Saúde às aldeias, bem como os edifícios/locais onde a vacinação vai acontecer, estão a ser assegurados pelo município e pelas juntas de freguesia. Em algumas situações, a mesma será realizada na Unidade Móvel de Saúde, de acordo com mapa e horários abaixo disponibilizados. 

“Esta solução é a melhor para garantirmos que a vacinação contra a gripe sazonal decorre com toda a normalidade, evitando grandes aglomerações de pessoas e reduzindo as possibilidades de contágio por Covid-19, algo que nos preocupa sobremaneira, tendo em conta a evolução da pandemia nos últimos dias. É muito importante que os grupos de risco, em especial os mais idosos, tenham acesso a esta vacina, pois com a chegada do Inverno e a época das gripes vai existir uma confusão muito grande entre o que é gripe ou Covid-19, tal a semelhança de sintomas, o que poderá levar ao congestionamento dos serviços de saúde, algo que devemos evitar”, destacou Fernando Queiroga, presidente da Câmara Municipal de Boticas.

Quanto aos recursos que será necessário despender para assegurar a execução deste Plano, o Presidente da Câmara reforça que “a saúde da nossa população é o mais importante e tudo devemos fazer para proteger as pessoas, ainda para mais na presente conjuntura e com o estigma de incerteza que enfrentamos em relação ao que nos trarão os tempos mais próximos”.

De recordar que a vacina da gripe sazonal para os grupos de risco é gratuita. Aqueles que não têm acesso gratuito a esta vacina (por estarem fora dos grupos de risco), mas que têm prescrição médica, podem adquirir a vacina na Farmácia e dirigir-se aos diferentes locais, nas datas e horários a anunciar, para que a mesma lhes seja administrada pelos profissionais de saúde.

loading...
Share.

Deixe Comentário