O presidente da Câmara de Ribeira de Pena, Agostinho Pinto, admitiu ter suspenso um motorista de um autocarro de transporte de crianças e mandado abrir um inquérito de averiguações, após este ter sido apanhado pela GNR com excesso de álcool.

Durante uma operação de rotina da GNR, o motorista da câmara foi apanhado com uma taxa de álcool de 1,03 gramas por litro de sangue, quando conduzia um autocarro de transporte de crianças. O caso remonta ao dia 18 de Setembro. Em declarações à agência Lusa, Agostinho Pinto assegurou que, mal a ocorrência lhe foi reportada pela GNR, mandou suspender imediatamente o funcionário e abrir um processo de averiguações.

Aguardando pelas conclusões do processo, o autarca referiu, contudo, que poderá ser aberto um processo disciplinar ao indivíduo, que já é funcionário da autarquia há vários anos.

Redacção

loading...
Share.

Deixe Comentário