O 6.º Encontro de Investidores da Diáspora vai realizar-se em Montalegre, presumivelmente em 2021, depois do repto lançado pelo presidente da câmara local e foi aceite pela secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.

O autarca de Montalegre, Orlando Alves, desafiou hoje a governante a realizar, naquela localidade, uma edição do Encontro de Investidores da Diáspora, durante a assinatura de protocolos relativos à criação dos Gabinetes de Apoio aos Emigrantes (GAE) do Alto Tâmega e Barroso.

Berta Nunes explicou que a 5ª edição do evento vai decorrer em dezembro no Município de Ourém, no distrito de Santarém, mas concordou que a próxima edição se realize em Trás-os-Montes.

O presidente da Câmara de Montalegre considerou “muito importante” que aquele evento seja realizado “numa terra no interior do país”.

“Iremos realizar aqui o congresso com a pompa que merece”, garantiu Orlando Alves.

O autarca confessou ainda a “satisfação muito grande” por poder receber “gente a discutir e a pensar”.

“É do pensamento e discussão que sai a luz e do cruzamento de ideias é que sai o investimento”, apontou.

A quinta edição do Encontro de Investidores da Diáspora realiza-se em Fátima, no concelho de Ourém, no Centro Pastoral Paulo VI, entre 09 e 12 de dezembro.

Os Encontros de Investidores da Diáspora, que se realizam anualmente desde 2016, visam disponibilizar aos empresários portugueses no estrangeiro o acesso a informação sobre as políticas públicas de apoio ao investimento existentes em Portugal e facilitar a criação de redes de contacto e de parcerias com os empresários que aqui exercem a sua atividade.

loading...
Share.

Deixe Comentário