O município de Montalegre é o terceiro melhor classificado a nível distrital e o 78º a nível nacional no Rating Municipal Português.

Na segunda posição está Chaves numa lista liderada por Vila Pouca de Aguiar no distrito. O Rating Municipal Português foi realizado pela primeira vez pela Ordem dos Economistas que tem como finalidade avaliar os 308 municípios em 25 indicadores, reunidos em quatro dimensões principais: governança, serviços ao cidadão, desenvolvimento económico e social, e sustentabilidade financeira.

Para o presidente da Câmara de Montalegre, Orlando Alves, é uma “’chapada de luva branca’” para aqueles que fazem política a desdenhar de tudo o que se faz”.

“Neste rating, o peso da atividade económica é muito importante. É um momento de orgulho e vaidade muito grande. É, também, uma responsabilidade acrescida que cai sobre o executivo municipal que tudo fará para não perder posições. Este reconhecimento que nos é dado por instituições imparciais, autónomas e credibilizadas é uma ‘chapada de luva branca’ para aqueles que fazem política a desdenhar de tudo o que se faz. Este posicionamento vem dizer aos barrosões que a Câmara de Montalegre está em boas mãos e somos um bom exemplo na preocupação que temos em sermos uma autarquia com muito boa saúde financeira”, sublinhou o autarca.

As dimensões e os critérios de avaliação foram estabelecidos com a colaboração de diversas entidades, como o Tribunal de Contas, Direção-Geral das Autarquias Locais, Associação Nacional dos Municípios Portugueses e Inspeção-Geral das Finanças.

DADOS do Rating Municipal Português

Posição no rating global – 78º

Governança – 122º

Eficiência da Câmara Municipal – 58º

Desenvolvimento económico e social – 261º

Sustentabilidade financeira – 35º

loading...
Share.

Deixe Comentário