O Montalegre/Academia Futsal Abelhas Azuis tornou-se a primeira equipa esta temporada a conquistar um título distrital na AF Vila Real, com os juvenis a reconquistarem o campeonato, após um ano de interregno. Barrosões vão competir na Taça Nacional ainda esta época.

A duas jornadas do final os barrosões já garantiram o título e a participação ainda esta época na Taça Nacional de Juvenis de Futsal. Os campeões são a base do plantel que há duas temporadas havia conquistado o distrital de iniciados, “também jornadas antes do final da prova”, conforme contou À Voz de Chaves o técnico Rui Morais.

Para o treinador dos juvenis, o objetivo para esta temporada era “a reconquista”, após o título no ano passado ter fugido para o Hóquei Flaviense.

“O campeonato não foi difícil, mas a época foi complicada a nível da gestão do plantel, que tem poucos miúdos, alguns fora a estudar, e com treinos apenas à sexta-feira por apenas uma hora, o que é complicado”, explicou.

O facto da equipa de Montalegre ter ultrapassado as dificuldades deixa Rui Morais muito satisfeito com o seu plantel: “estes miúdos tiveram um querer enorme, vencendo o campeonato com apenas uma hora de treino. É especial e gratificante o título nestas condições”.

A formação de juvenis também se socorreu da equipa de iniciados, utilizando alguns jovens durante a temporada, assim como a formação de juniores tem utilizado os juvenis. “Tentamos conjugar os horários e dias do jogo. Ao sábado alguns miúdos têm explicações e não podem ir jogar pelos juniores, mas estes têm sido a base das duas equipas”, vincou.

O Montalegre/Academia Futsal Abelhas Azuis está na fase de Play-off de Apuramento de campeão em juniores e infantis, e na luta pelo título em iniciados, que tem apenas uma fase, e Rui Morais espera que mais títulos surjam esta época.

“Na época passada vencemos taças e esta época voltamos aos campeonatos. Para já vencemos este e se correr bem iremos vencer mais nos outros escalões. Está tudo em aberto”, destacou.
Taça Nacional serve para evoluir

Os juvenis barrosões têm agora a Taça Nacional de Juvenis pela frente, bem como a luta pela taça distrital para completar a dobradinha.

“Sabemos que vai ser complicado, por causa do plantel, poucos treinos e miúdos, que vão jogando nas duas equipas e vão acumulando algum cansaço”, explicou o técnico que quer pensar “jogo a jogo”.

O objetivo é “tentar dar sempre o melhor”, sabendo que terão pela frente adversários que competem em distritos com campeonatos com mais competitividade.

“Impusemo-nos no distrital e agora vamos aprender nos nacionais, frente a equipas mais fortes. Vai ser jogo a jogo, etapa a etapa”, concluiu.

Diogo Caldas

loading...
Share.

Deixe Comentário