Está patente ao público até ao próximo dia 20 de Agosto, na Sala Multiusos do Centro Cultural de Chaves, uma exposição de pintura da autoria de Maria Priscila, intitulada “Esperando a Madrugada”.

 

A mostra apresenta 35 obras em várias técnicas sobre papel, linho, tela e madeira e resulta de uma “análise” que a pintora faz ao que observa do mundo social e da evolução que vai acontecendo na sociedade. Resultado dessas emoções surge esta exposição, que a autora descreve como “muito natural”, deixando verter da sua alma toda a sentimentalidade e desejo de um mundo melhor, mais humano, mais coerente e mais justo, mas sempre com um toque magico-poético.

 

Professora do Ensino Básico aposentada, natural de Vidago, onde reside, Maria Priscila conta que esteve sempre em contacto directo com a arte e pinta desde que se conhece. Todos os dias, investiga o porquê da existência e tenta procurar o lado positivo e a magia da vida, esperando que algo de bom vá acontecendo na evolução na sociedade. Daí o título da exposição “Esperando a Madrugada”. Depois de Chaves, a exposição vai estar patente na Galeria de Arte (Maria Priscila), na Casa de Cultura de Vidago, de 21 de Agosto a 5 de Setembro.

 

Redacção

 

 

loading...
Share.

Deixe Comentário