Mais de 30 mil pessoas encheram zona histórica da vila de Montalegre. Padre Fontes preparou cerca de mil litros da tradicional queimada.

Nunca uma “Sexta-feira13” de Montalegre teve tanta gente como a de Agosto. Mais de 30 mil pessoas concentraram-se na zona histórica da vila com o Castelo de Montalegre a servir de cenário. Uma multidão espalhou-se pelas ruas da vila tentando chegar junto ao Castelo, mas muitos não conseguiram atingir o objectivo.

Os emigrantes contribuíram para o evento bater um recorde de pessoas, mas um dos pontos altos da noite foi o aparecimento do Padre Fontes. Como se descesse dos céus, a mítica figura barrosã deu as boas-vindas ao público transportado numa grua gigante.

Esta aposta esteve enquadrada num espectáculo com mais de 300 figurantes num cenário medieval, preparado especialmente para a “Noite das Bruxas”, a cargo dos elementos das Oficinas do Centro de Estudos de Barroso – Teatro e Tradições que realizaram o espectáculo em conjunto com actores profissionais, bailarinas e músicos, com criação e encenação de Moncho Rodrigues, do Centro de Criatividade da Póvoa de Lanhoso.

Figura de destaque da “Sexta-feira 13” de Montalegre, o Padre Fontes fez o tradicional esconjuro, desta vez para cerca de mil litros de queimada, a “mistela mágica” que pode livrar de bruxedos. A distribuição da mesma foi acompanhada pela animação sempre presente de bruxas, demónios e duendes que “infernizaram” os milhares de turistas que não arredaram pé de um evento que terminou a altas horas da madrugada com bares e discotecas apinhados de gente. A próxima Sexta-feira 13 está marcada para Maio do próximo ano.

Redacção

loading...
Share.

Comentarios fechados.