A associação Lobos do Brunheiro de Chaves é um novo clube na cidade, uma associação sem fins lucrativos, que quer promover atividades desportivas para os seus associados e população em geral, praticando a ética desportiva e defendendo os princípios de lealdade, solidariedade e respeito pelo meio ambiente.

O símbolo identificativo da associação, tem o perfil tosco da montanha, representando a serra do Brunheiro, um dos locais da nossa região, por defeito e excelência para a realização de treino em montanha de qualquer atividade desportiva, quer de cariz lúdico ou desportivo, a imagem do lobo, uma figura icónica e endógena de Trás-os-Montes, animal com carácter de sobrevivência, audácia, astúcia e resistência e a silhueta da cidade de Chaves com a ponte romana que une as duas margens do rio Tâmega, representando o desporto como meio de união e de desenvolvimento na sociedade, ao mesmo tempo que transmite o respeito e admiração pelo património e a intemporalidade dos monumentos milenares a tenacidade e resiliência tão característica dos Transmontanos e dos Flavienses, explicam o clube.

A paixão pela Natureza e Montanha, partilhada por todos fundadores, é ponto de ligação, lealdade, solidariedade e respeito pelo meio ambiente, motivo pelo qual os seus membros fundadores: Bruno Canto, Cândido Morais, Carlos Borges, Diogo Machado, Florbela Valpaços, Fátima Amoínha, Pedro Roxo, Rui Morais e Rui Silva se uniram para criar os Lobos do Brunheiro de Chaves.

A sua visão é de uma associação de e para os seus associados, com uma participação ativa e transversal dos seus sócios, justa e imparcial, respeitadora dos seus associados e cidadãos em geral.

O Trail Running (corrida em montanha) é a modalidade rainha da associação, tendo já formada uma equipa com oito atletas a competir no circuito nacional de trail da ATRP. A criação desta equipa é também resultado dos apoios obtidos de empresas do concelho de Chaves, realça ainda.

A estreia oficial da equipa flaviense está reservada para dia 20 em Penacova, distrito de Coimbra, para o circuito nacional de trail.

A associação abrange a maioria das atividades de montanha e urbanas, desde trekking (caminhada em montanha), atletismo, ciclismo, desportos radicais, BTT, Orientação, entre outras.

A partir do dia 14 de setembro, estarão disponíveis os meios de divulgação digitais da associação com horários para treinos, atividades de lazer e eventos (páginas nas redes sociais) e serão abertas as candidaturas para novos associados.

Todas as informações necessárias estão disponíveis nos meios de divulgação ou através do email lobosbrunheirochaves@gmail.com

3 perguntas a Carlos Borges, presidente do Lobos do Brunheiro de Chaves

A Voz de Chaves: Qual o principal objetivo deste novo clube?
Carlos Borges: O projeto nasce da vontade e gosto pelo desporto de montanha, após termos começado a ter contacto com o trail running. Além de termos um clube desportivo, pretendemos também criar nas pessoas uma maior consciência ambiental, incentivando os atletas e a comunidade em geral a preservar o meio-ambiente.

Porque o nome Brunheiro e que atividades vão desenvolver?
É a serra com maior relevância que temos no concelho, com maior altitude, cerca de 920 metros e por isso é um símbolo. Vamos ter uma equipa no circuito nacional de trail mas o clube terá outras modalidades associadas ao desporto montanha como caminhadas, BTT ou ciclismo. Neste momento quisemos apresentar-nos publicamente, os membros fundadores, e a partir de dia 14 podemos aceitar novos associados. Queremos organizar provas e outras atividades mediante a adesão que haja por parte dos flavienses e até apostar na formação, se houver essa oportunidade. Organizar provas de trail não é fácil, a exigência é muita, mas no concelho e região temos condições para facilmente fazer provas acima dos 100 km.

Porque este âmbito ambiental do clube?
É muito importante ter a montanha limpa, quer os caminhos, trilhos ou estradas, mais do que serem criadas, é serem mantidas limpas. Queremos chamar a atenção para esse problema e desenvolver iniciativas nesse sentido. Queremos também que todas as entidades com responsabilidades nessa matéria possam ter essa consciência para com a natureza.

DC

loading...
Share.

Deixe Comentário