Hugo Basaúla iniciou em grande estilo a campanha 2013 do Motocross nacional, ao vencer as mangas Elite e MX1 em Freixo de Espada à Cinta, palco da jornada inaugural do Campeonato. Piloto flaviense Hugo Santos foi segundo na manga Elite mas teve uma queda na manga de MX1.

 Hugo-SantosNa pista trasmontana compareceram 50 pilotos seniores, equitativamente divididos pelas classes MX1 e MX2, mais 17 Iniciados e apenas 6 Infantis. Quanto às condições climatéricas, o tempo esteve geralmente frio mas seco, visto que só uns breve chuviscos caíram durante a tarde.

A manga Elite fechou o programa de corridas, com os 40 qualificados nas classes seniores. A luta pela vitória foi bastante renhida entre Hugo Basaúla e Hugo Santos, sempre muito próximos entre si e em trocas de posição. De tal forma que acabaram separados apenas por três décimos de segundo a favor de Basaúla, e com 1m02s de vantagem sobre Sandro Peixe. Este instalou-se no 3.º posto logo à quinta volta, e foi o melhor representante da classe MX2, destacado dos perseguidores imediatos, Pedro Carvalho e Diogo Graça. No 6.º posto ficou o terceiro representante da MX1, Sérgio Pita, seguido – já a uma volta do vencedor – por João Vivas e Miguel Gaboleiro.

Bastante movimentada foi a manga de MX2, sobretudo na sua fase final. Diogo Graça liderou desde a segunda volta até à penúltima. Mais atrás, na décima quarta passagem Sandro Peixe desalojou Pedro Carvalho do 2.º posto, e começou a aproximar-se do comandante. Na penúltima volta Peixe ascendeu ao comando, e Diogo Graça entretanto sofreu uma queda, conseguindo retomar a prova mesmo diante de Pedro Carvalho. No 4.º posto ficou o conhecido endurista Gonçalo Reis, diante dos irmãos Maricato, Jorge e Fábio.

Na manga de MX1, Hugo Basaúla comandou desde a segunda volta. Inicialmente foi perseguido pelo piloto flaviense Hugo Santos, mas este sofreu uma queda e desde a antepenúltima volta atrasou-se bastante, a contas com problemas na sua moto, o que explica o 10.º lugar obtido. Assim, o segundo lugar foi conquistado por João Vivas, que se impôs no duelo contra Daniel Pinto, enquanto o espanhol Jonathan Rodriguez foi 4.º classificado diante de Sérgio e Carlos Alberto.

Entretanto, na classe de Iniciados, os três primeiros classificados mantiveram sempre as mesmas posições relativas nas duas mangas. O espanhol Pablo Sôto liderou sempre, seguido de João Oliveira e Carlos Moreira. O quarto lugar coube a João Pinto na primeira corrida, e a Diogo Gil na restante, enquanto Bruno Charrua bisou no 5.º posto. Entre os Infantis, Ricardo Rocha venceu destacado as duas mangas, sempre seguido por João Duarte. Na manga de abertura o 3.º foi o melhor dos pilotos com máquinas de 50cc, Afonso Gomes, mas na outra corrida a 3.ª posição coube a Ruben Ferreira, enquanto Tiago Margarido era o melhor das “cinquentas”.

Depois desta ronda inaugural, o Campeonato Nacional de Motocross terá a sua segunda jornada no dia 7 de Abril, em Marinha das Ondas.

loading...
Share.

Deixe Comentário