No terreno já está um investimento de cerca de 50 mil euros, mas a autarquia quer mais e tem em mãos uma candidatura para redução do consumo com o aquecimento da água, através da instalação de sistemas mais eficientes.

Quem está atento à zona das piscinas municipais já consegue ver o sinal do investimento. Com vista privilegiada do Estádio da Cruz, já é visível o fruto do investimento em energias renováveis, com a instalação de dois sistemas de Microprodução através de painéis fotovoltaicos, no âmbito do programa “Renováveis na Hora”. O investimento foi de 48.500€ e tem um retorno estimado de 6 anos, através da venda da energia produzida à EDP.

O aproveitamento da energia solar térmica para aquecimento das duas piscinas municipais também vai ser a opção da autarquia de Valpaços para 2011. Os técnicos da Câmara estão neste momento a realizar uma candidatura ao QREN, para redução do consumo com o aquecimento da água, através da instalação de sistemas mais eficientes, que visam essencialmente a instalação de painéis solares na cobertura e melhoria dos isolamentos.

O projecto está orçado em cerca de 600 mil euros e as obras deverão arrancar já no próximo ano. A beneficiação amiga do ambiente surge depois de no Verão passado ter sido batido o recorde de afluência de pessoas à piscina municipal descoberta. O presidente da Câmara de Valpaços, Francisco Tavares, referiu que “por dia, as instalações chegaram a ser frequentadas por cerca de 400 pessoas, o que reflecte o interesse cada vez maior da população por este tipo de equipamentos de lazer”.

A amplitude do projecto de Eficiência Energética nas Piscinas Municipais de Valpaços deverá estar colocado em prática no decorrer do próximo ano.

Cátia Mata – redaccao@diarioatual.com

loading...
Share.

Deixe Comentário