Os bombeiros de Vidago transformaram-se em pintores de construção civil. É que o quartel precisa de obras, mas a crise faz-se sentir. O dinheiro não abunda e, por isso, quando os voluntários têm tempo livre, aproveitam para pintar as paredes do edifício e pavimentar a área circundante.

“O dinheiro escasseia e tem sido muito difícil fazer face às despesas. Mas os bombeiros são homens que nunca viram a cara à luta e a ideia de serem eles a fazer a obra partiu dos próprios”, disse Francisco Oliveira, presidente da direcção dos Bombeiros de Vidago.

“No quartel, há paredes que, desde a inauguração, em 1977, nunca mais voltaram a ser pintadas, e a crise não podia ser desculpa para deixarmos que as instalações se degradem”, vincou Francisco Oliveira.

 

Uns mais outros menos, todos deram muito do seu tempo livre a esta obra. “Chegámos a saltar da cama logo ao nascer do Sol para preparar as tintas, e quando estávamos em cima dos andaimes e prontos para pintar, tínhamos de abandonar tudo e correr para os incêndios”, mas, o trabalho está á vista e o quartel já está com a cara lavada.

 

Redacção

loading...
Share.

Deixe Comentário