O senhor José Augusto Alves, ou “Ti” Zé Augusto como é conhecido por todos celebrou no passado dia 16 de abril 101 anos. Será, com todas as certezas um dos botiquenses com mais idade do concelho, e certamente mais idade, significará também mais sabedoria.

Nascido no ano de 1919 na maravilhosa aldeia da Granja, o “Ti” Zé Augusto casou mais tarde na aldeia de Sapiãos com a dona Guilhermina, aldeia onde vive até aos dias de hoje. O número avançado da idade trás com ele quatro filhos, oito netos e 10 bisnetos.

Durante toda a sua vida trabalhou na agricultura, sendo também um excelente profissional da matança do porco, prática que manteve até aos 90 anos, na freguesia que o acolheu desde cedo.

Os familiares do “Ti” Zé Augusto acreditam que a sua longa vida, se deve ao excelente convívio familiar, que com certeza lhe aquecerá o coração, às longas caminhadas que sempre gostou de fazer, pela floresta, sendo um fã do ar puro que o nosso concelho nos proporciona. Sempre gostou de pescar e caçar, sendo um hábito.

Quem conhece o senhor José Augusto, não consegue dizer mal dele, pudemos perceber que aquilo que melhor o caracteriza é o seu grande coração, o facto de toda a vida ter sido um homem íntegro.

Esperamos que possa comemorar muitos mais anos, junto daqueles que ama e com a personalidade que tanto o caracteriza.

Mariana Carvalhais Araújo

 

loading...
Share.

Deixe Comentário