Artur Carvalho e Marco Pereira, da Associação Portuguesa O Samurai, conquistaram o segundo lugar na categoria de menos 94 e 84 quilos, respectivamente, num torneio que concentrava várias artes marciais realizado em Vila do Conde no passado dia 28 de Maio.

Para o treinador dos atletas, foi uma agradável surpresa a prestação dos seus pupilos. “Tiveram uma óptima prestação, mesmo lutando contra tudo e contra todos”, contou Vítor Gomes, explicando que um torneio à partida amador contou com atletas profissionais.

O presidente da APS abordou ainda a falta de apoios que esta modalidade tem, “principalmente a nível institucional”, agradecendo a todos os patrocinadores que permitiram à Associação “representar-se com dois atletas e adquirir material de combate necessário”.

Marco Pereira, que participou na categoria menos 84 quilos, depois de chegar à final teve de defrontar um lutador que ainda não tinha feito qualquer combate. “Mesmo assim o outro só conseguiu vencer no limite do tempo”, contou Vítor Gomes.

O lutador sempre quis praticar este tipo de modalidade mas por falta de tempo nunca o fez, entrando apenas há quatro meses. “Entrei em competição porque surgiu a oportunidade e com o objectivo de ganhar experiência”, revelou Marco Pereira. Com o pensamento em mais competições o atleta procura agora “adquirir mais técnica e resistência física”.

Artur Carvalho, na categoria de menos 94 quilos, conquistou também o segundo lugar, mas esteve muito perto do sucesso. “Na final, depois de ganhar o primeiro round acabou por perder mesmo no final do segundo, muito perto de vencer por pontos”, realçou o treinador Vítor Gomes.

Depois de dois meses de preparação a sério o atleta ficou satisfeito com a sua prestação e pensa já no campeonato nacional de Pankration que se realiza em Braga. Artur Carvalho dedicou a vitória “ao filho, família e amigos. Agradeço ainda ao treinador Vítor Gomes e a Rui Cunha pela ajuda na preparação física”.

Diogo Caldas

 

 

loading...
Share.

Deixe Comentário