De regresso ao futsal italiano esta temporada, o botiquense Davide Moura está em isolamento, em casa, na região de Rieti, no centro de Itália, onde representa o Real Rieti. O futsalista de 33 anos está bem de saúde, à espera que a pandemia do Covid-19 termine para voltar a fazer o que mais gosta. Ao jornal A Voz de Chaves, o internacional por Portugal, onde representou o GD Boticas, SC Braga e AD Fundão, e já percorreu países como Espanha, Kuwait, Hungria e Itália, contou como está a viver esta situação e fez um balanço da sua época até agora, onde em 15 jogos fez quatro golos.

Ecos de Boticas: Como tem sido a tua vida desde que surgiu esta pandemia em Itália?

Davide Moura: Numa primeira fase e porque o epicentro da epidemia foi no norte do pais e eu estou no centro, não lhe foi dada grande importância. Tivemos praticamente um mês a fazer uma vida completamente normal, depois com o agravar da situação foram tomadas medidas de contenção até ser decretado pelo governo Estado de Emergência e ficar restringido a não sair de casa e se o fizer apenas poderá ser feito para ir ao supermercado ou junto à área de residência. Em pouco tempo mudou praticamente tudo em relação a um dia normal!

Tentaste regressar ou optaste por ficar aí?

O nosso presidente deixou em aberto essa possibilidade, a quem quisesse voltar ao seu país era livre de o fazer. No entanto da minha parte nunca foi equacionada essa possibilidade a não ser por razões maiores!

Tem sido fácil o dia-a-dia?

A verdade é que não, são já mais de 10 dias ‘fechado em casa’ e com o passar do tempo torna-se cada dia mais difícil de passar o tempo…

No teu clube, como foram tomando as medidas de contenção, quando parou mesmo a atividade?

Ainda foi ponderado fazerem-se jogos à porta fechada numa primeira fase. Depois, para não ficarmos parados, treinarmos uma vez por dia. O nosso pavilhão foi completamente desinfetado mas aquando da ordem expressa do governo que seria proibida qualquer atividade de aglomeração social, percebemos que não havia volta a dar e dia 09 de Março já não realizamos nenhuma sessão de treino ficando toda a atividade desportiva parada.

Como estava a correr a época até então?

A época estava a correr bastante bem. Estávamos classificados para a ‘final eight’ da Coppa Itália e para a ‘final four’ da Coppa Divisione, dois objectivos do clube que infelizmente já sabemos que estão cancelados e não se vão disputar. Depois, na Liga, estávamos a 3 pontos do 2º classificado, com um jogo a menos, à falta de 7 jogos para o final da fase regular! De momento não sabemos nada acerca daquilo que irá acontecer, resta-nos aguardar para sabermos o que se irá decidir…

Foi boa opção a ida para Itália? Pensas em continuar?

Já sabia aquilo que ia encontrar aquando da minha decisão de voltar a Itália, a decisão felizmente foi acertada em vir para o Real Rieti e continuar, tanto em Rieti como em Itália, é uma opção válida.

Diogo Caldas

 

loading...
Share.

Deixe Comentário