Verdadeiramente sensacional! Assim se pode descrever o desempenho dos atletas do CTM Chaves no Campeonato Nacional Individual e Equipas Pares de Ténis de Mesa, que decorreram em São João da Madeira, no passado fim-de-semana. A prova foi destinada às classes de Iniciados e Infantis, contou com a participação dos melhores atletas nacionais destes escalões.

Atletas do CTM: Inês Carneiro, Baniela Moura, Alexandra Pisco e Ana Caetano - Treinadores: Stefan, José Matos e Pedro Honrado

Infantis

 

Em infantis, estiveram presentes quatro atletas femininos do CTM de Chaves, conquistando, nesta classe, três medalhas de ouro e duas de prata, com as atletas Alexandra Pisco e Daniela Moura em destaque

Na prova pares femininos assistiu-se a mais uma demonstração de força das atletas flavienses, tendo a dupla Alexandra Pisco/Daniela Moura vencido, sem dar qualquer hipótese aos adversários, conquistando, assim, o primeiro lugar e uma medalha de ouro.

As duas equipas finalistas em Pares Mistos

Na prova pares mistos, as atletas flavienses fizeram pares com os atletas masculinos de outros clubes. De destacar as duplas Roberto Fernandes/Daniela Moura (CTM Chaves) e Eduardo Silva/Alexandra Pisco (CTM Chaves) que demonstraram uma clara superioridade sobre as restantes, até se encontrarem na final. A dupla Roberto/Daniela levou a melhor, num jogo bem disputado.. Nesta prova, o CTM de Chaves, juntamente com os outros clubes, arrecadou o primeiro e segundo lugares.

 

Prova Individual Feminina: Final 100% flaviense

 

Alexandra Pisco e Daniela Moura

Dominando em pares, também na prova individual o domínio do CTM de Chaves foi mais que evidente. Alexandra Pisco e Daniela Moura, depois da medalha de Ouro, em pares femininos, e da disputa entre elas, nos respectivos pares mistos, encontraram-se na final individual, depois de vencerem os respectivos jogos, disputando-se uma final 100% flaviense. Neste confronto, onde o primeiro e segundo lugar estavam garantidos, Alexandra Pisco acabou por vencer, sagrando-se, assim, Campeã Nacional.

 

Iniciados

 

Boas indicações dadas pelos Iniciados

 

Iniciados Masculinos do CTM de Chaves: Alexandre, Tomás e William

Tatiana

A equipa do CTM de Chaves, em Iniciados (até aos 10 anos), com cinco jovens, não conseguiu, do ponto de vista competitivo, os resultados dos Infantis no entanto, deixaram boas indicações na modalidade que há pouco iniciaram. De destacar, nesta classe, a prestação de Maria Matos que, com oito anos, disputou uma final e um 3º e 4º lugares.

 

Na prova de pares femininos, Maria Matos fez par com Rita Oliveira, chegando esta dupla à final. Num jogo bem disputado, em que a vitória poderia cair para qualquer uma das duplas, seria o par Raquel Martins/Diana Almeida a conquistar o título.

Depois do segundo lugar em pares femininos, um feito notável para a jovem atleta Maria Matos, que surpreendeu, ainda mais, na prova individual, ao chegar às meias-finais, onde, no entanto, acabaria por perder com a atleta que, depois, venceu esta classe. Na disputa do 3º e 4º lugares, Maria Matos, com um excelente desempenho, não deixou fugir o 3º lugar.

Maria Matos

Finalizado o Campeonato, José Matos, presidente do CTM de Chaves não ficou indiferente ao desempenho revelado pelos atletas, tivessem ou não ganho uma medalha, pois “bem merecem um caloroso brinde pela dedicação e empenho que sempre demonstraram”, não deixando de realçar “um especial obrigado a todos os que tornaram este feito possível, que sempre têm acompanhado e sempre nos brindaram com um incondicional apoio. Parabéns para todos!”, concluiu.

 

 

Só com disciplina, trabalho e dedicação se fazem campeões

Os títulos, assim como os resultados, alcançados pelos atletas do CTM de Chaves nos campeonatos individuais, no fim-de-semana passado, “são motivo de orgulho para os atletas, clube e cidade de Chaves”, referiu o presidente do CTM de Chaves, José Matos, acrescentando que “estão todos de parabéns, atletas, treinadores, pais e elementos directivos”.

No entanto, além dos títulos alcançados, também a postura dos atletas, o trabalho e a dedicação à modalidade, independentemente do sucesso competitivo, “são dignos de apreço. Temos que ser exigentes e saber exigir no momento certo, porque.. o sucesso não é fruto do acaso.”

Na verdade “participaram neste campeonato os atletas que, aliado às capacidades, têm manifestado muito empenho nos treinos e estágios”, que, segundo José Matos, “têm evoluído imenso nos últimos meses”.

Segundo os princípios que orientam as directrizes do clube, “a formação deve contemplar e valorizar, por um lado, a perícia desportiva, aliada a um talento natural, mas também o empenho e o esforço dos atletas. A isso, acrescem também os valores inerentes à formação humana, que são fundamentais para a personalidade dos jovens, a educação, o respeito e a autonomia”.

São estas directrizes que tem tomado possível “levar os atletas do CTM de Chaves aos títulos nacionais, assim como “dar” atletas para a selecção nacional”. A crescente visibilidade do CTM de Chaves no panorama nacional, que de forma clara se dedica à formação há sete anos, “deve-se a esta forma de ver a formação”, refere José Matos, pelo que os “títulos alcançados no fim-de-semana, assim como a postura dos atletas, são, sem margem para dúvidas, uma prova de que estamos no bom caminho e o clube merece o reconhecimento de todos”.

Na verdade, “do nosso trabalho a única exigência que fazemos é que seja reconhecido pelas pessoas e instituições, pois, desde o momento que seja meritório, deve ser apoiado, caso contrário, se se considerar que não tem valor, que não tem dignidade, então deveremos abandonar o projecto.”

Apesar do desabafo e consciente que o CTM de Chaves deve merecer o apoio dos flavienses, já que tem levado o nome de Chaves bem longe, tanto mais que a aposta é essencialmente na formação “ao contrário de outros clubes, que procuram formar uma equipa sénior, contratando profissionais, essencialmente estrangeiros, para depois, aos poucos, incrementarem a formação, o CTM de Chaves tem uma postura diferente: parte da formação para atingir um patamar cada vez mais elevado”. Neste momento, o CTM de Chaves “já tem uma equipa na II Divisão Nacional Feminina, formada com atletas da casa, ainda que apenas sejam Cadetes”, concluiu.

Paulo Chaves

 

 

loading...
Share.

Deixe Comentário