Nasceu no sábado passado, dia 3, em Valpaços, a Associação Portuguesa dos Lagares Rupestres. O presidente da autarquia, Amílcar Almeida, foi o anfitrião de uma cerimónia que contou, ainda, com a presença do secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira.

Os lagares rupestres existentes em toda a bacia Mediterrânica estão associados à forma mais primitiva de produzir vinho. Muitos deles anteriores à nossa era e cujo uso se prolongou ao longo dos séculos. Na Península Ibérica está identificado um elevado número destes lagares com particular incidência no concelho de Valpaços.

No sentido de promover o desenvolvimento do concelho, o município de Valpaços com a colaboração de associações locais, nomeadamente a AVITRA e a CVRTM, promoveu a realização do I Simpósio Ibérico de Lagares Rupestres no ano transato, a que se seguiram outros encontros transfronteiriços visando não só a troca de informações entre arqueólogos, enólogos, entre outros, explica a autarquia no seu site.

No seguimento da estratégia de desenvolvimento daquele sector, foi criada a Associação Portuguesa dos Lagares Rupestres.

A Casa do Vinho foi o ponto de encontro para responsáveis autárquicos, de universidades, de associações, entre outros, para formalizar a subscrição de Escritura, com vista a posteriormente ser preparada a candidatura dos lagares rupestres a Património da Humanidade.

A presidir a sessão, Amílcar Almeida, reiterou que a iniciativa visa, sobretudo “valorizar e dinamizar o nosso património arqueológico e natural”. Para o edil foi dado “um importante passo em prol do desenvolvimento do concelho de Valpaços, pois acreditamos que, através da Associação Portuguesa de Lagares Rupestres, Valpaços será um efetivo e incontornável roteiro nacional e internacional, pautado pelas demais riquezas que encerra e oferece”.

O presidente da Câmara de Valpaços lembrou, em jeito de homenagem, o trabalho efetuado pelo professor Adérito Medeiros Freitas, personagem ilustre de Valpaços e autor de uma vasta obra de inventariação do património do concelho, bem como Augusto Lage, que como dirigente da AVITRA – Associação de Viticultores Transmontanos – tem-se empenhado em todo o processo de divulgação e valorização dos Lagares Rupestres.

No primeiro ato oficial em Valpaços, o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira, lembrou a necessidade de “conjugação de esforços entre associações e autarquias no sentido de levar mais além todas as potencialidades deste território ímpar”.

Na cerimónia participaram, ainda, entre outros, o diretor Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Manuel Cardoso, a presidente da Câmara de Mirandela, Júlia Rodrigues, e a Alcalde de Oimbra, Ana Pardo.

 

loading...
Share.

Deixe Comentário