O cozido barrosão foi rei em iniciativa de intercâmbio gastronómico que se realizou quarta-feira, dia 5 de fevereiro, em Matosinhos.

A autarquia de Boticas conta que a ideia partiu de empresários da restauração de Matosinhos e de Boticas que, através de uma parceria, decidiram divulgar iguarias típicas de cada um dos municípios.
Manuel Pinheiro, proprietário do restaurante “O Gaveto”, deu o mote à iniciativa ao apresentar em Boticas, no passado dia 27 de janeiro, um prato de lampreia.
Na quarta-feira, foi a vez de Abel Barroso, proprietário do Hotel “Rio Beça”, exibir em Matosinhos um dos ex-líbris da gastronomia local, o cozido barrosão.
O presidente da Câmara de Boticas, Fernando Queiroga, juntamente com a sua homóloga do município de Matosinhos, Luísa Salgueiro, fez questão de marcar presença no encontro que, além de reunir à mesa mais de 70 pessoas, permitiu promover e estreitar relações entre as duas regiões.
Também participaram na experiência gastronómica os autarcas dos municípios de Gondomar, Vila Nova de Gaia, Vagos e Oliveira do Bairro, assim como o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento do Norte (CCDRN), Freire de Sousa, entre outros.
Fernando Queiroga elogiou a aposta dos dois empresários, referindo que “este tipo de iniciativas são fundamentais para se dar a conhecer o que de melhor há e se faz em cada território, criar dinâmicas económicas, impulsionar o turismo e atrair mais gente às nossas regiões”.
loading...
Share.

Deixe Comentário