O Serviço de Patologia Clínica do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) dispõe de um novo equipamento de biologia molecular rápido.

O conselho administração do centro hospitalar explicou que este novo equipamento vem “reforçar a capacidade tecnológica” da unidade de saúde e permite que sejam realizados um maior número de testes à COVID-19, com melhoria significativa no tempo de resposta. O investimento é de cerca de 340 mil euros.

“Este equipamento, que se diferencia pelo upgrade tecnológico face ao atualmente existente, permite realizar 48 testes de diagnóstico, em simultâneo ou em contínuo, sendo que, para o efeito, não necessita de aguardar o término dos ciclos”, refere o CHTMAD.

Além disso, com este equipamento também é possível realizar testes rápidos (cerca de 50 minutos) para o diagnóstico da infeção pelo SARS-CoV-2, bem como todos os testes passíveis de se realizar por biologia molecular, podendo chegar a um total de 900 testes diários.

O conselho administração desta unidade de saúde acredita que “o Serviço de Patologia Clínica do CHTMAD garantirá, assim, uma resposta mais célere a todos os utentes das unidades hospitalares de Chaves, Lamego e Vila Real que necessitem de realizar este tipo de teste à COVID-19 no âmbito das diferentes atividades assistenciais”.  

loading...
Share.

Deixe Comentário