Entre os dias 21 e 28 de setembro, o número de infetados por Covid-19 e o número de recuperados na região do Alto Tâmega andou muito em pé de igualdade, sendo na segunda-feira, dia 28, este último maior que o primeiro.

Os números foram publicados no boletim epidemiológico da Unidade de Saúde Pública do ACES do Alto Tâmega e Barroso, que é disponibilizado todas as segundas-feiras, sem exceção.

Assim, no dia 28 constava neste documento a existência de 70 casos ativos no território: zero em Boticas, 44 em Chaves, três em Montalegre, zero em Ribeira de Pena, seis em Valpaços e 17 em Vila Pouca de Aguiar. Quanto ao número de recuperados, este estava fixado nos 72: 48 em Chaves, dois em Montalegre, quatro em Ribeira de Pena, seis em Valpaços e 12 em Vila Pouca de Aguiar.

Neste mesmo dia estavam a aguardar resultado 45 casos suspeitos: dois em Boticas, 27 em Chaves, três em Montalegre, zero em Ribeira de Pena, cinco em Valpaços e oito em Vila Pouca de Aguiar.

O registo de casos confirmados na região tem sido feito desde o passado dia 9 de março, e nos seis concelhos do Alto Tâmega, desde essa data e até esta segunda-feira, contabilizou-se um total de 144 casos. Há ainda dois óbitos a registar.

Covid-19 de concelho a concelho

O concelho de Boticas continua, até esta segunda-feira, a ser o único da região do Alto Tâmega a não contabilizar nenhum caso confirmado.

O concelho de Chaves, entre os dias 21 e 28 de setembro, viu o número de casos ativos diminuir de 49 para 44.

Já concelho de Montalegre, entre estes mesmos dias, o número de cidadãos ativos aumentou, passando de um para três.

No concelho de Ribeira de Pena não existem cidadãos ativos, mantendo-se assim o número total de casos confirmados (quatro).

No concelho de Valpaços o número de cidadãos ativos manteve-se sempre nos seis entre os dias 21 e 28 de setembro.

Por fim, o concelho de Vila Pouca de Aguiar também viu, nas mesmas datas, diminuir o número de cidadãos ativos: passaram de 20 para 17.

loading...
Share.

Deixe Comentário