No passado dia 12 de Setembro, decorreu no Hospital de Vila Real a assinatura de um protocolo de articulação e referenciação entre o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, E.P.E (CHTMAD) e os Agrupamentos de Centros de Saúde de Alto Tâmega e Barroso, Douro I Marão e Douro Norte e Douro II Douro Sul.

Este protocolo propõe-se a obter uma maior articulação entre os cuidados hospitalares e os cuidados primários, tendo como objectivo principal a criação de uma parceria de articulação entre a consulta de Hipocoagulados do Serviço de Imuno-Hemoterapia do CHTMAD e dos ACES acima referidos. Assim, o protocolo assegura que os doentes hipocoagulados de alto risco continuarão a ser tratados no hospital, e os de baixo e médio risco nas unidades de saúde familiares e unidades de cuidados de saúde personalizados.

Estes tratamentos serão continuamente articulados pelos serviços técnicos do Serviço de Imuno-Hemoterapia do CHTMAD, não só para acompanhamento do doente, mas também para aferir aos sistemas instalados nos serviços de saúde e dar formação inicial e específica aos Médicos da Medicina Geral /Familiar e enfermeiros. Este novo protocolo intervém como um modelo que acompanha e auxilia os profissionais das unidades funcionais dos ACES, realizando, ainda, reuniões periódicas para a discussão de casos clínicos, avaliação e monitorização da implementação desta nova parceria de articulação.

 

Lançada “Via Verde” do Doente Hipocoagulado

 

Será também criada uma via privilegiada de comunicação e referenciação aos doentes alvo deste protocolo – a via verde do Doente Hipocoagulado – entre as unidades funcionais e o serviço de Imuno-Hemoterapia do CHTMAD. O objectivo desta via é que, sempre que surja uma intercorrência ou dificuldade nas unidades funcionais, essa funcione e o apoio técnico dos especialistas do Hospital seja imediatamente dado ao doente.

 

Para possibilitar o controlo do trabalho desenvolvido nos centros de saúde, serão realizadas auditorias externas e recolhas de amostras trimestrais. No fim da assinatura do protocolo o Presidente do Conselho de Administração do CHTMAD, Carlos Vaz, referiu a importância deste novo acordo como sendo uma relevante forma “ de maior articulação entre os cuidados hospitalares e cuidados primários.”

Redacção

 

loading...
Share.

Deixe Comentário