Bruno Alves foi um dos 73 selecionados, entre milhares, para participar no programa de música da RTP1 “La Banda”, que estreou em abril, e embora tenha saído na segunda fase do concurso o flaviense está muito feliz com a sua participação.

Bruno Alves lançou o single Xeque-mate, em setembro de 2018, disponível no youtube

“Não podia estar mais contente com a experiência. Foi uma experiência muito boa em termos de autoconhecimento, de aprendizagem e de criar novas amizades”, referiu.

Na primeira fase, Bruno Alves de 21 anos subiu ao palco para interpretar a música “Felices los 4” do colombiano Maluma, uma canção um pouco fora do registo habitual do flaviense, mas que obteve os três “sim” do júri de “La Banda”, composto por Manuel Moura dos Santos, Carolina Deslandes e Miguel Cristovinho.

“Queria sair um pouco da minha zona de conforto. Eu costumo trabalhar sozinho e no ‘La Banda’ é precisamente o contrário, eles querem encontrar um grupo. Mas correu bem, os jurados ficaram muito contentes e o público que votou em mim para passar, com 75%, também adorou”, disse o jovem cantor.

Depois disso, Bruno Alves formou uma banda com outros seis concorrentes a que deram o nome de “Às 7”. Desta vez o tema escolhido foi o “Quero voltar” dos D’zrt e, para além de cantar, o flaviense teve de mostrar os seus dotes de bailarino.

“Foram três dias muito difíceis, com muitos ensaios e gravações. Mas sabíamos que um grande número de pessoas ia para casa, até porque só passavam 30. Acho que fizemos um bom trabalho com o pouco tempo que tivemos para ensaiar e sinceramente acho que devíamos ter passado”, conta.

Apesar de não ter seguido em frente no programa, Bruno Alves revela que o grupo continuou unido e que tem continuado a trabalhar, já sendo possível encontrar no canal do youtube dos “Às 7” alguns temas interpretados pela banda.

Para além do “La Banda”, o flaviense já participou no “Factor X”, no “Ídolos” e no “The Voice”.
“Vou continuar a participar, a divulgar a minha música… o não está sempre garantido. A experiência que tiramos destas oportunidades são fenomenais e para alguém que quer fazer mesmo isto este tipo de programas é fundamental”, sublinha.

Bruno Alves começou a compor músicas quando tinha 11 anos, primeiro em inglês, e depois aos 15 em português. Em setembro do ano passado lançou o seu primeiro single “Xeque-mate”, que já conta com mais de 18 mil visualizações no youtube.

“Esta foi a primeira tentativa para abrir portas. Foi tudo feito por mim e pela minha equipa. Conseguimos arranjar o necessário para gravar o videoclip mas foi tudo feito da forma mais económica possível. Os lugares também foram todos escolhidos por nós, o miradouro de Monsanto, em Lisboa, Azeitão. Foi uma experiência muito fixe.”

Tem dado vários concertos, tanto em Chaves como em Coimbra, cidade onde estuda no 3º ano de Direito, e tem composto para outros artistas. Muito em breve irá também estar presente no 18º Festival Infantil da Canção no dia 15 de junho, em Chaves.

“Estamos a preparar um espetáculo em grande e acho que muita gente vai ficar admirada. Não deixem de aparecer”, concluiu.

Cátia Portela

loading...
Share.

Deixe Comentário