A Associação de Tresminas está a celebrar 20 anos e a equipa de futsal feminino alcançou o primeiro título com a conquista da Supertaça, que torna mais especial o feito conquistado por uma ‘verdadeira família’.

Primeiro como jogadora e agora como diretora, Sónia destaca a conquista de um título “especial” e “importante” para o reconhecimento do trabalho que tem sido efetuado no clube.
Explicando que este é um grupo junto “há muitos anos”, sofrendo poucas alterações, o Tresminas junta assim uma família em torno do futsal.
Não só pelas jogadoras, o título é importante também por todas as pessoas ligadas ao clube e que têm contribuído para a sua existência. É o caso do sr. António, há muitos anos a colaborar com o clube e que por um problema familiar não pode estar presente na final, mas após a conquista do título a estrutura entregou-lhe a respetiva medalha.

Perdigão voltou para conquistar título

Novidade para a nova época é a chegada do técnico Nuno Perdigão, que já tinha trabalhado no clube em dois momentos no passado, mas que perante o assinalar dos 20 anos no Tresminas e o pedido feito, aceitou regressar. “Voltei a pedido da Andreia, Sónia e Bia, principalmente, pois estão lá há muitos anos e são o núcleo duro da equipa”, contou.
“Este título é o coroar dessa resiliência e longa história que já leva o Tresminas”, acrescentou.

Diogo Caldas

loading...
Share.

Deixe Comentário