Categoria: Entrevistas

Desporto
0

Os flavienses terminaram o ano da melhor forma, com duas vitórias consecutivas, mas a temporada 2011/2012 não tem sido calma, com o GD Chaves a contar já com três treinadores esta temporada. Jorge Regadas, em quatro jogos como técnico dos flavienses, conquistou mais pontos do que os dois anteriores, sete, enquanto João Eusébio e Filipe Casanova conquistaram seis cada. Explicando que a equipa teve de melhorar fisicamente, Regadas refere em entrevista que quer ver a sua equipa a crescer e a ganhar confiança, abordando ainda possíveis entradas e saídas, bem como as condições actuais do clube.

Desporto
0

Óscar Santos falou em discurso directo à Voz de Chaves. O director desportivo e vice-presidente da Comissão Administrativa do Grupo Desportivo de Chaves analisa a parte do campeonato já decorrida, desde a formação do plantel até às mudanças de treinador, falando ainda do futuro que pretende para a formação transmontana, dentro e fora do campo.

Desporto
0

Bruno Martins foi o mais azarado da época do Grupo Desportivo de Chaves. O jovem guarda-redes sofreu uma lesão grave e aguarda agora a recuperação e o regresso aos relvados. O flaviense vê com bons olhos a aposta nos jogadores da terra, que considera importante para mostrar aos restantes companheiros como sentem o clube. Com 20 anos, o flaviense é estudante universitário, frequentando o segundo ano do curso de Desporto no Instituto Politécnico de Bragança.

Desporto
0

Desde Agosto de 2011 a recuperar de doença grave, Júlio Batista está a recuperar bem, e espera, quando as forças o permitirem, regressar ao comando técnico do Vidago FC, actualmente, sob o comando técnico de Caló e Pedro Adão.
Em entrevista à A Voz de Chaves, o “mister”, com os olhos postos no futuro, aborda, entre outros aspectos, o seu percurso pelo Vidago FC e a actual situação da equipa.

Entrevistas
0

Figura de proa do Congresso de Medicina Popular de Vilar de Perdizes, o padre Fontes olha para os 25 anos do evento, a celebrar de ontem a Domingo, 4 de Setembro, como um «milagre». Envolto em memórias e vivências únicas, o pároco acredita que «o caminho faz-se caminhando». Aponta para o futuro com um sorriso nos lábios até porque «haverá sempre alguém a tomar conta» de um barco que não vergou às tempestades.

Entrevistas
0

Na semana dos 25 anos do Congresso de Medicina Popular, evento que acontece em Vilar de Perdizes de 1 a 4 de Setembro, falamos com Orlando Alves, vereador da cultura do município de Montalegre. Uma conversa onde foi feita a “radiografia” daquele que para muitos, em matéria de visibilidade, foi o embrião que colocou o concelho de Montalegre no mapa português.

1 15 16 17 18 19 20