Rui Gonçalves voltou à acção na Letónia, onde conquistou o 8.º lugar no cômputo das duas mangas da classe MX1, as quais concluiu em 11.º e 8.º, respectivamente, e no Campeonato do Mundo o piloto de Vidago permanece na 9.ª posição.

RuiGonçalves-LetoniaO retorno de Rui Gonçalves aconteceu depois de ter falhado a prova anterior do Campeonato, na Suécia, pois foi submetido a uma intervenção cirúrgica para debelar uma lesão no joelho direito. Na pista de Kegums, Gonçalves conseguiu ser 8.º classificado na qualificação.

O início da primeira manga não correu da melhor forma para o transmontano, pois a meio da primeira volta era apenas 21.º colocado. A partir daí teve de recuperar, e a sete voltas do fim fixou-se na 11.ª posição em que terminaria.

Melhor foi o desempenho na segunda manga. Rui Gonçalves conseguiu o “holeshot”, ou seja, abordou a primeira curva do circuito na frente do pelotão. Ainda nessa volta inaugural baixou ao 3.º lugar, o qual ocupava na terceira passagem à pista, quando a sua moto foi abaixo e demorou algum tempo a pegar – e assim viu-se relegado para o 10.º posto. Na oitava volta Gonçalves subiu para 9.º, e a meio da corrida o abandono de outro piloto permitiu-lhe ascender ao 8.º lugar em que concluiu a função.

Esta foi a décima primeira, das dezassete jornadas do “Mundial” de Motocross, que prossegue já no próximo fim-de-semana, na Finlândia. Com os resultados de hoje, Rui Gonçalves mantém o 9.º lugar na tabela do Campeonato.

Campeonato: 1.º Antonio Cairoli (KTM) 514; 2.º Gautier Paulin (Kawasaki) 432; 3.º Clement Desalle (Suzuki) 414; 4.º Ken de Dycker (KTM) 406; 5.º Kevin Strijbos (Suzuki) 327; 6.º Tommy Searle (Kawasaki) 318; … 9.º Rui Gonçalves (KTM) 203; etc.

 

loading...
Share.

Deixe Comentário