O Grande Prémio de Portugal voltou a proporcionar grandes corridas de Motocross em Águeda. Gautier Paulin e Antonio Cairoli foram os vencedores das duas mangas MX1, dando corpo a renhidos despiques. Por sua vez, Rui Gonçalves concluiu essas corridas nos 9.º e 11.º lugares.

Rui-Gonçalves

Muito público compareceu no Crossódromo do Casarão para assistir a esta sexta jornada do Campeonato do Mundo de Motocross. Num belo dia de Sol, as corridas constituíram um bom espectáculo, em mais uma organização exemplar do Ginásio Clube de Águeda.

Na classe MX1, a primeira manga ficou assinalada pelo duelo entre Gautier Paulin e António Cairoli, que só terminou na última volta, quando o campeão do mundo sofreu uma queda quando estava a atacar a liderança de Paulin. Este piloto francês foi o vencedor, seguido do belga Clement Desalle e de Cairoli.

A segunda manga teve em Antonio Cairoli o único comandante, mas durante a maior parte do tempo apenas com uma vantagem sobre Paulin na casa dos 2 segundos, e assim o suspense permaneceu até à penúltima volta, quando o francês reduziu um pouco a cadência. O italiano Cairoli regressou aos triunfos, enquanto Clement Desalle baixava de 3.º para 5.º porque caiu na última volta, quando atacava Paulin.

Transmontanos em acçãoHugo-Santos

O piloto de Vidago, Rui Gonçalves, esteve menos fulgurante que o habitual no Crossódromo do Casarão. Na primeira manga começou por surgir em 6.º, depois baixou na tabela e a meio da corrida fixou-se em 10.º, acabando por subiu a 9.º na penúltima passagem.

Na segunda manga andou desde o início em 12.º, e também só na penúltima volta subiu ao 11.º lugar em que cruzou a meta. O transmontano não conseguiu bons arranques e algumas cãibras nas pernas também afectaram o rendimento. No Campeonato, Gonçalves é agora o 8.º classificado.

Já o piloto flaviense, Hugo Santos, alinhou como “wild card”, e na primeira manga rodou quase todo o tempo no 21.º lugar em que terminaria, enquanto na segunda ida à pista conseguiu o 18.º posto final.

Redacção

Campeonato:

MX1: 1.º Antonio Cairoli (KTM) 280 pontos; 2.º Gautier Paulin (Kawasaki) 242; 3.º Clement Desalle (Suzuki) 227; 4.º Ken de Dycker (KTM) 217; 5.º Kevin Strijbos (Suzuki) 183; 6.º Tommy Searle (Kawasaki) 180; 7.º Maxilimian Nagl (Honda) 132; 8.º Rui Gonçalves (KTM) 131; etc.

 

loading...
Share.

Deixe Comentário