Filhos e pais em Boticas realizaram vários trabalhos alusivos à campanha da Prevenção dos Maus Tratos na Infância.

Para assinalar o “Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância”, que anualmente se realiza em abril, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Boticas, lançou um desafio às crianças e jovens, que devido ao surto pandémico de COVID-19 permanecem em casa, sem atividades escolares presenciais, para criarem um laço azul, símbolo da campanha, juntamente com os seus pais ou encarregados de educação.

Tendo como único requisito obrigatório a cor azul, foram muitas as famílias que aceitaram o repto e fizeram o seu próprio laço, retratando-o de diversas formas e feitios.

Os trabalhos realizados foram registados em fotografia e enviados à CPCJ de Boticas.

“Apesar de ter sido meramente simbólica, esta iniciativa permitiu alertar e sensibilizar a comunidade em geral para a necessidade de se cuidar e proteger os mais novos de práticas violentas, sejam maus tratos físicos ou psicológicos, através de uma parentalidade segura e positiva”, refere a autarquia. 

loading...
Share.

Deixe Comentário