O Gabinete itinerante de Atendimento ao Munícipe (GAM), um serviço implementado pela Câmara de Boticas, registou cerca de 13 mil atendimentos no ano de 2019.

Em funcionamento desde 2006, o serviço às populações é prestado através de duas unidades móveis que semanalmente percorrem o concelho barrosão, com o objetivo de responder às solicitações dos munícipes residentes nas localidades mais distantes da sede do município e, simultaneamente, colmatar a escassa rede de transportes públicos na região, refere a autarquia.
Os munícipes têm assim ao seu dispor um espaço onde podem tratar de diversos assuntos relacionados com a autarquia e outras instituições localizadas no centro da vila.
Os 13 mil atendimentos realizados no ano passado permitiram aos munícipes tratar de assuntos relacionados com serviços camarários, Segurança Social, Finanças, EDP, CTT, serviços de Saúde, sobretudo marcação de consultas médicas e pedido de receituário, entre outros.
O GAM presta também apoio aos emigrantes, através do aconselhamento e ajuda na resolução de diversas questões de carácter administrativo como, por exemplo, a legalização de veículos.
“Graças a este serviço descentralizado e de proximidade, os botiquenses não têm necessidade de se deslocar com tanta frequência à sede do concelho para tratar de assuntos de resolução rápida e simples”, sublinha a Câmara de Boticas.
O presidente da câmara municipal, Fernando Queiroga, referiu que “a implementação do GAM contribuiu de forma significativa para a melhoria da qualidade de vida dos nossos munícipes, em especial dos mais idosos, com grandes dificuldades de locomoção”, acrescentando que “o bem-estar geral das populações continua a ser uma das nossas principais preocupações”, concluiu o autarca.
“Em termos gerais, entre 2008 a 2019, as duas unidades móveis do GAM já contabilizaram cerca de 180 mil atendimentos, um número bastante elucidativo do impacto que este serviço tem no quotidiano das populações do concelho de Boticas”, concluiu.

 

loading...
Share.

Deixe Comentário