Vidago FC 2-1 SC Vila Real

 

O Vidago alcançou na última jornada uma saborosa vitória frente ao Vila Real, em jogo a contar para o campeonato distrital de Juniores. A etapa inicial foi de domínio absoluto por parte da equipa da Vila Termal, que a favor do vento e contra a corrente do jogo, iria para o intervalo com um nulo no marcador.

A partida iniciava-se com os da casa a assumirem o controlo da partida e a imporem o seu ritmo sem que no entanto, conseguissem materializar as boas oportunidades criadas. Roberto, Esteves e “companhia”, no primeiro período não conseguiriam desfeitear João César, que se mostrava um guardião tranquilo pela forma coesa com que fechavam os caminhos da sua baliza, que bem poderia ter sido alterado em várias ocasiões mas o vento e o desacerto dos avançados Vidaguenses ia mantendo um nulo no marcador.

O Vidago aparentava uma maior velocidade de execução em termos ofensivos, acabando por não conseguir perigar o último reduto Vilarealense como desejava pela forte coesão manifestada entre todos os sectores da equipa visitante, conseguindo mesmo abrandar o ritmo do encontro ao assumir uma boa colocação territorial na globalidade do seu esquema, o que sucedeu quase durante os primeiros 45 minutos

No reatamento da partida, o Vidago continuou a imprimir o seu ritmo de jogo se bem que nesta segunda metade e a jogar contra o vento, iriam decerto ter mais dificuldades na aproximação às redes contrárias. Mas, os jovens Albi-Negro estavam determinados a concluírem o campeonato com uma vitória e a sua persistência acabaria por dar os seus frutos á passagem do minuto 55 quando na conclusão de uma bela jogada de entendimento, Tábuas atira para o fundo da baliza e coloca a sua equipa em vantagem no marcador.

Embalada pelo golo, a formação de Vidago manteve-se por cima na partida e só não ampliou a vantagem porque João César iria mais uma vez opor-se de forma brilhante a um remate de Roberto, que surgiu isolado após uma desatenção da defensiva do Vila Real, quando estavam decorridos 67 minutos.

Depois deste enorme calafrio, o SC Vila Real voltou a assentar o seu jogo, conseguindo quebrar o atrevimento ofensivo dos da casa. Mas, quem a esta altura mandava no jogo eram os Vidaguenses que iriam aumentar à vantagem, desta vez por Esteves. Pontapé de canto sobejamente executado por Ranzinhax com o avançado Vidaguense a aparecer ao primeiro poste e a desfeitear pela segunda vez o guardião João César.

Mas o resultado continuava em aberto e os forasteiros pareciam apostados em dificultar ao máximo a tarefa dos Vidaguenses. Já em período de compensação, o Vila Real fecharia o encontro da melhor forma, tendo aos 91 minutos Luizinho arrancado um tento de belo efeito após a marcação de um pontapé colocando o resultado num 2-1 favorável á equipa da casa.

 

Augusto Oliveira

 

_____________________

Ficha de Jogo

Vidago FC – SC Vila Real, 2-1

Estádio: João de Oliveira.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores: Tábuas 55’, Esteves 75’, Luizinho 91’.

Equipas:

Vidago FC: Leandro, Bekas, Miguel, Valente, Palhares, Tábuas, Ranzinhax, Rolo, Roberto, Esteves, Zé Carlos..

Treinador: Pedro Adão

SC Vila Real: João César, Daniel, Chelas, Marco, Nuno, João Fernandes, Tiaguinho, Tiago Fernandes, Filipe, Luizinho, Campeão.

Árbitro: Eusébio Alves

Auxiliares: Pedro Gonçalves e Paulo Figueiredo

 

 

loading...
Share.

Deixe Comentário