Domingos Lourenço, natural de Fiães do Rio, aldeia do concelho de Montalegre, decidiu oferecer um boi à comunidade carenciada no âmbito deste surto epidémico causado pela covid-19.

“Um gesto nobre, bem singular”, descreve a autarquia, que mereceu o aplauso e reconhecimento do presidente Orlando Alves, que fez questão de marcar presença minutos antes do animal ser transportado para o Matadouro Regional do Barroso e Alto Tâmega, sediado no Barracão.

Domingos Lourenço conta que a ideia surgiu devido à crise que o novo coronavírus provocou, numa tentativa de ajudar quem mais precisa.

O animal agora oferecido é de raça arouquesa. O barrosão para além deste boi tem ainda mais três.

Para o autarca este é um gesto que “espelha bem a alma do povo barrosão” e por isso mesmo “quero agradecer-lhe do fundo do coração este gesto tão nobre e generoso”.

loading...
Share.

Deixe Comentário