No passado dia 17 de junho a Câmara Municipal de Chaves deu início aos trabalhos de trituração de cepos de árvores abatidas, em zonas como a Avenida Bracara Augusta, Capela do Calvário, e Avenida Comendador Brenha Fontoura, num total de 13 zonas a intervencionar, num espaço de duas semanas.

Este procedimento surge em consequência dos abates realizados ao nível da parte aérea das árvores, que por razões estruturais e/ou fitossanitárias, não ofereciam a devida segurança e estabilidade para os cidadãos e equipamentos urbanos, refere nota da autarquia em nota enviada à comunicação social.

Esta intervenção tem como objetivo eliminar os cepos dos raizames que se encontram ao nível do subsolo, cuja destruição e retirada devem ser realizadas de modo a prevenir a estabilidade dos pavimentos em que se encontram inseridos.

O município flaviense relembra que fatores como o risco de queda efetiva de ramos, o conflito gerado pelas copas das árvores com estruturas urbanas e das suas raízes com as infraestruturas, e a podridão de alguns ramos têm exigido intervenções diferenciadas por parte da autarquia e dos serviços especializados contratados. 

 

loading...
Share.

Deixe Comentário