Foi inaugurada na quarta-feira, dia 6 de fevereiro, no Átrio dos Paços do Concelho, em Boticas, a exposição de pintura “Janela Indiscreta” de Rui Duarte. A mostra está patente ao público até 6 de março.

É a quinta vez que o pintor e professor do Agrupamento de Escolas Gomes Monteiro expõe as suas obras de arte no edifício da Câmara de Boticas.

A sessão inaugural contou com a presença de Rui Duarte e dos vereadores Maria do Céu Fernandes, Guilherme Pires e Hélio Martins.

Os quadros apresentados pelo pintor têm como protagonista a mulher. Rui Duarte exibe assim uma vertente mais intimista da figura feminina, representada através de formas e poses, desenhadas a preto e branco.

“Esta é uma exposição um pouco diferente do habitual. Até aqui tenho apostado em temas variados, que andam sempre em torno da figura humana, das paisagens, trabalhos com muita cor e contraste. No entanto, desta vez optei por uma produção monocolor tendo a mulher como foco principal”, disse Rui Duarte.

O pintor referiu ainda que “o nome escolhido para esta exposição é o de um filme muito conhecido do Hitchcock, porque tem muita a ver com aquilo que pretendo mostrar, ou seja, um olhar discreto, mas ao mesmo tempo respeitador da intimidade da mulher”.

Por sua vez, a vereadora Maria do Céu Fernandes fez questão de realçar o trabalho artístico desenvolvido por Rui Duarte ao longo dos últimos anos.

“Apesar de não ser natural de Boticas, o Rui já é considerado um filho da terra não só pelo facto de ser, há vários anos, professor no agrupamento escolar, mas pela ligação que foi criando com o concelho de Boticas e com a comunidade local”.

De acordo com a autarquia, a exposição é de entrada livre e está patente ao público, no Átrio da Câmara Municipal, até ao dia 6 de março.

loading...
Share.

Deixe Comentário