Decorreu na passada segunda-feira, dia 15 de junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, em Boticas, uma reunião ordinária, onde foram aprovados, por unanimidade, os acordos de atribuição de subsídios às dez Juntas de Freguesia.

O município irá disponibilizar 330 mil euros, sendo estes repartidos mediante as necessidades de cada freguesia, segundo refere a autarquia. O valor em causa será utilizado para a execução de obras prioritárias para as populações das freguesias de Alturas do Barroso e Cerdedo, Ardãos e Bobadela, Beça, Boticas e Granja, Codessoso, Curros e Fiães do Tâmega, Covas do Barroso, Dornelas, Pinho, Sapiãos e Vilar e Viveiro.

“O objetivo é que o apoio atribuído seja uma mais valia para auxiliar e reforçar as capacidades financeiras das juntas, realizando assim os trabalhos que auxiliam ao progresso das localidades e essencialmente para o bem-estar dos habitantes”, explica a nota publicada no site da Câmara de Boticas.

Fernando Queiroga, presidente da autarquia, evidenciou o papel decisivo que as Juntas de Freguesia têm tido junto das populações, principalmente nesta fase mais complicada, devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus, referindo que “as juntas de freguesia estão mais próximas das pessoas, o que lhes permite ter uma melhor perceção e saber de antemão quais as necessidades e anseios dos nossos concidadãos”.

O autarca referiu ainda que “apesar de o executivo estar disponível para receber os munícipes, na maioria das vezes as pessoas sentem-se mais à vontade em falar dos seus problemas com aqueles que lhe estão mais próximos, neste caso, com os elementos das Juntas de Freguesia”.

loading...
Share.

Deixe Comentário