Terminou ontem, dia 1 de abril, o prazo para a apresentação de candidaturas aos oito postos de trabalho criados pela Associação AquaValor – Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água.

A Associação AquaValor revela que o balanço da adesão ao recrutamento foi muito positivo, com mais de 260 candidatos a concorrerem aos sete avisos de emprego, em que um deles se destina a dois postos de trabalho.

As vagas criadas foram para um licenciado em Gestão/Marketing, um mestre em Engenharia Informática, um mestre em Química/Bioquímica, um mestre em Microbiologia, um doutorado em Informática, um doutorado em Ciências da Saúde e dois doutorados em Microbiologia/Química/Bioquímica.

A Associação AquaValor lembra ainda que o recrutamento “surge no âmbito da candidatura ao concurso Norte-59-2019-30, da tipologia “Recursos Humanos Altamente Qualificados”, e em que esta foi aprovada e comparticipada a 100%, o que corresponde a um total de 1.061.218,8€”.

Edifício AquaValor alvo de obras para instalar laboratórios

Na semana passada, dia 27 de março, a associação assinou o auto de consignação com a empresa de construção civil para dar início às obras de requalificação do edifício do AquaValor.

As obras visam, de acordo com os responsáveis do projeto, “criar infraestruturas para instalar os diferentes laboratórios”, entre quais se destacam “o laboratório de  caracterização físico-química e microbiológica de águas minerais naturais devidamente acreditado, bem como  o laboratório de bioensaios de águas minerais, o  laboratório de desenvolvimento de cosméticos e cosmecêuticos e o laboratório de desenvolvimento de alimentos funcionais e nutracêuticos que permitirão gerar, transferir, integrar e valorizar conhecimentos científicos e tecnológicos nas empresas”.

Por fim, sublinham os mesmos responsáveis, o projeto pretende “mitigar uma falha no mercado que tem inibido a intensificação da incorporação de conhecimento de apoio, ao desenvolvimento de processos que promovam a inovação no tecido empresarial, em particular no que respeita à dinamização das águas minerais naturais, como produtos âncora para o desenvolvimento regional e de promoção da atividade turística, ao longo de todo o ano, nomeadamente em territórios de baixa densidade”.

 

 

 

loading...
Share.

Deixe Comentário