A Escola Profissional de Chaves está na final do concurso “7 Maravilhas Doces de Portugal”, dedicado a todas as escolas do país. O doce vencedor será conhecido no próximo sábado, dia 7 de setembro, na gala da RTP1.

Criada por Leonel Videira, aluno do 2º ano do curso de Cozinha/Pastelaria, com a orientação do seu formador Vítor Cunha, a “Nau de Noz” é um doce inspirado no período dos Descobrimentos, cujo formato faz lembrar as caravelas portuguesas, muitas vezes equiparadas a uma “casca de noz” para realçar as dificuldades ultrapassadas pelos navegadores. O doce é constituído por um creme de castanha, cozido nas águas das Termas de Chaves, com mel e jeropiga. O formato em “casca de noz” é composto por miolo triturado e na decoração foram utilizadas folhas de hortelã e groselha.

No final do concurso “Doce Maravilha de Portugal – Escolas”, que será transmitido em direto pela RTP1 no dia 7 de setembro, a partir das 21h, um júri irá escolher o doce vencedor, entre os sete finalistas. A iguaria flaviense concorre com os seguintes doces: “À Beira do Alentejo” de Castelo Branco, “Bolo de Banana e Especiarias” da Madeira, “Do Choupal até à Lapa” de Leiria, “Morgadio de Cortiça” de Faro, “Mousse de Maçã Verde” de Viseu e “Vianna Aurum” de Viana do Castelo.

O estabelecimento escolar vencedor garante um estágio numa escola hoteleira de referência na Europa, prémio atribuído pelo Turismo de Portugal.

loading...
Share.

Deixe Comentário