A Sala Multiusos do Centro Cultural de Chaves recebeu, no passado dia 31 de agosto, uma ação de sensibilização sob a temática Tráfico de Seres Humanos.

Esta atividade, organizada pela Saúde em Português, em parceria com a Câmara Municipal de Chaves, aconteceu no encerramento da exposição “Mercadoria Humana”, que esteve patente ao público durante todo o mês de agosto, e contou com a presença da vereadora da autarquia flaviense, Paula Chaves.

“Esta ação, destinada a pessoas em situação de vulnerabilidade, integra um conjunto de intervenções levadas a efeito junto de população em situação de desemprego, sem abrigo, beneficiários de prestações sociais, trabalhadores precários, entre outros, face à suscetibilidade e exposição das mesmas a eventuais situações de risco e aliciamento fácil”, refere a autarquia em nota enviada à comunicação social, onde acrescenta que “ projeto tem como principal missão prevenir, sensibilizar e informar grupos estratégicos e públicos mais vulneráveis, em particular para a exploração laboral, bem como responsabilizar e alertar para os deveres cívicos, enquanto crime público”.

O tráfico de seres humanos é um crime contra a liberdade pessoal, que envolve o recrutamento de pessoas, através de violência, engano ou abuso de situações de vulnerabilidade e a sua movimentação entre fronteiras internacionais ou dentro de um país. Portugal é um país de origem, destino e trânsito de tráfico humanos, sendo este um flagelo real que afeta, por ano, milhões de pessoas em todo o mundo. Trata-se da terceira atividade mais rentável a nível mundial.  

Projeto financiado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego através da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

Linhas de Apoio 808 257 257 | 918 654 104 | 961 674 745 

loading...
Share.

Deixe Comentário