O posto de diagnóstico à covid-19 no Hospital da Misericórdia de Valpaços entrou em funcionamento na quinta-feira, dia 9 de abril, direcionado para realizar testes a utentes e funcionários da instituição, bem como a casos urgentes encaminhados pelo centro de saúde local.

Este centro de recolha de testes resulta de uma parceria da Misericórdia de Valpaços com o grupo Germano de Sousa e o município valpacense e está direcionado para testes a funcionários, utentes e situações urgentes que sejam encaminhadas pelo Centro de Saúde local, explicou o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Valpaços, Altamiro Claro.

“Estamos sempre limitados ao número de testes disponibilizados, mas pretendemos testar em primeiro lugar os idosos que apresentem sintomas e os funcionários, pois estes são os que podem levar o vírus para os equipamentos”, sublinhou.

Altamiro Claro explicou que no total, até ao fecho desta edição, foram realizados 80 testes e 60, já com resultados apurados, deram negativo.

O provedor da Misericórdia de Valpaços destacou ainda que todos os testes estão a ser articulados com o Serviço Nacional de Saúde, e, de forma a evitar deslocações, este posto de diagnóstico foi integrado no centro de diagnóstico para o Alto Tâmega, em Chaves.

Unidade de retaguarda

A Misericórdia de Valpaços tem em funcionamento no hospital uma unidade de retaguarda, com três enfermeiros, uma psicóloga clínica e auxiliares onde são colocados em isolamento e quarentena os utentes suspeitos de infeção. “Felizmente, até ao momento, todos os testes realizados a utentes deram negativo”, frisou.

Além desta medida, parte da ala de internamento do hospital está também de prevenção para receber infetados em caso de emergência, e no Polivalente da Quinta de Valverde “contamos com mais 50 camas de reserva, 30 das quais disponibilizadas pelo Regimento de Infantaria de Chaves”.

Suspensão das Mensalidades de Creche e Jardim de Infância

No cumprimento das medidas extraordinárias em razão da situação epidemiológica do novo coronavírus, a Creche e o Jardim de Infância foram encerrados.

Desta forma, assegurando a Missão das Misericórdias num período particularmente difícil para todos, “a Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Valpaços decidiu suspender o pagamento das mensalidades devidas pela frequência das crianças nestas duas Respostas Sociais. Assim, a partir do mês de abril (inclusive) e até se verificar a reabertura dos nossos equipamentos, não haverá lugar ao pagamento de mensalidades”, referiu Altamiro Claro.

loading...
Share.

Deixe Comentário