Nota redigida pela comissão cessante da CVP – Delegação de Chaves: 

  1. A Comissão Administrativa da delegação de Chaves da CVP vem comunicar aos seus concidadãos flavienses, com quem assumiu um compromisso em Maio de 2019, que cessou funções ontem, dia 11 de Maio de 2020.
  2. Na sequência deste facto, importa esclarecer que, durante o mandato desta Comissão, foram detetadas incongruências financeiras que se reportavam temporalmente ao período que a antecedeu, ou seja, a antes de Maio de 2019, as quais não foram cabalmente explicadas até à presente data. Trata-se, concretamente, do seguinte:

a) A 31 de Dezembro de 2018, resultados operacionais negativos e contas de Fundos Patrimoniais no Balanço negativas, ou seja, insolvência técnica;

b) A 31 de Dezembro de 2018 o saldo de caixa negativo e injustificado até à data;

c) Nem todos os empréstimos contratados na Delegação estavam devidamente reflectidos na contabilidade;

d) A Delegação não sabia o que recebia em cada dia e se os montantes eram recebidos em numerário/ TRF/ Cheque/ Multibanco, não havendo qualquer reconciliação bancária.

e) Por vezes os recibos mencionavam ser recebidos por banco e não havia evidência no respectivo extracto bancário;

f) No último mês do projecto de formação modular, ou seja, em Maio de 2018, visto que ainda existia verba disponível no montante de 3.439,41€, a Direcção da Delegação decidiu atribuiu este montante à trabalhadora da contabilidade, processando-o no recibo de vencimento da mesma.

g) Aumento do passivo em cerca de 200% entre 2017 e 2018, maioritariamente referentes a financiamentos bancários.

h) Atrasos no envio de documentação, atrasos na colaboração e mesmo ausência de esclarecimentos aos serviços de contabilidade;

i) Os Passivos Correntes aumentaram 7 vezes entre 2017 e 2018

j) Ausência de qualquer controlo interno

  1. Dadas as estreitas relações de colaboração com o Município de Chaves, a CVP – Delegação de Chaves teve hoje uma reunião com a autarquia para dar conhecimento da cessação de funções e participar que enviou à Sede Nacional um pedido com carácter de urgência para que seja efetuada uma auditoria interna às contas da delegação desde 1 de Janeiro de 2013 e a data de ontem, 11 de maio de 2020.

loading...
Share.

Deixe Comentário