A 20 e 21 de julho, decorrerá o FIM S1 Supermoto World Cup 2019, o único evento mundial do ano em Supermoto (tal como um mundial de futebol). O cartaz reúne perto de 50 pilotos, 14 equipas – algumas de fábrica – representando mais de 14 países, coroando aqui o Campeão do Mundo de Supermoto de 2019.

A grande estrela da companhia, o francês Thomas Chareyre, já seis vezes Campeão do Mundo, estará presente para defender o título. Este evento faz parte das séries com a prestigiante chancela de Campeonato do Mundo FIM, tal como são o MotoGP ou o MXGP.

TitansRX Ralicross nos dias 10 e 11 de agosto

O circuito internacional de Montalegre consta do calendário do ano inicial do TitansRX, anteriormente conhecido como Global Rallycross. Este novo campeonato de rallycross FIA promete trazer o ralicross de volta às suas raízes e a tudo o que os adeptos gostam. Tal como em prévias estreias, Montalegre tem o privilégio de estar presente na temporada inaugural.
O TitansRX é um campeonato monomarca, com o Supercar Pantera RX6, um carro similar aos Grupo B de rali. Estes carros são construídos em chassis tubular, corpo em fibra de carbono (com desenhos de carroçaria variáveis a imitar várias marcas), 4×4, motor 2.3L turbo com 750nm de binário e 530bhp. Esta será uma categoria onde se prevê uma grande competitividade, pois toda a diferença estará nos pilotos. Além dos Supercar Titans, o evento terá ainda a classe Super1600 com pilotos portugueses e internacionais.
2019 com boas surpresas
Ainda que este ano não se realize o Mundial de Ralicross, o CIM terá duas provas internacionais, uma de Ralicros, “TitansRX Ralicross” e uma outra de Supermoto World Cup.
No âmbito nacional, estão agendadas duas etapas do Campeonato Nacional de Ralicross, uma nos dias 26 e 27 de julho e a outra nos dias 7 e 8 de setembro, uma prova do Campeonato de Perícias, no dia 10 de agosto. Para o final do ano, novembro e dezembro, está agendado o evento “ 6 horas de Rallicross” Montalegre.

Dar continuidade às provas internacionais

Para 2020 irão manter-se as provas internacionais de Supermoto e do TitansRX Ralicross e regressará o Mundial de Ralicross. Orlando Alves considera que estas provas a realizar no Circuito Internacional de Montalegre são “de enorme importância para o concelho. Depois de termos investido tantos milhões de euros na pista, há que rentabilizá-la. E estamos a fazer todos os esforços para conseguir atratividade para a pista e atratividade para Montalegre e toda a região ao Alto Tâmega, porque toda a região beneficia com as provas que ali vão decorrer”.

loading...
Share.

Deixe Comentário